Blog do Marcelão

Blog para debate sobre excelência na gestão.

Inovação na Gestão : Três forças disruptoras da gestão by Gary Hammel

Posted by marcelao em março 30, 2009


Blog do Marcelão

↑ Grab this Headline

Pessoal,

                  eu estava navegando na Internet procurando por figuras associadas ao assunto inovação na gestão e encontrei o blog do professor Gary Hammel no “The Wall Street Journal”(acesse o link para o blog) e um post sobre os 25 desafios para inovação na gestão identificados pelo professor e que foram citados pelo Jorge Carvalho no blog da HSM( acesse aqui o post do Jorge).

                  A partir dessa descoberta, li outros excelentes posts e entre eles destaco os dois últimos posts do blog :

                  – Três forças disruptoras na gestão;

                  – A influência da Geração “F” (Facebook);

                   Sobre o segundo post, eu escreverei sobre ele no meu próximo pos.

                    Quanto ao primeiro, o professor apresenta as três grandes forças que estão por trás da necessidade de inovação na gestão, sendo a primeira delas o ambiente cada vez maior de competição devido ao aumento do poder do consumidor que exige produtos com maior qualidade e menores preços e pela crescente demanda por ações sociais das empresas, tudo isso potencializado pela globalização da economia. Isso não tem reflexo apenas nas industrias, mas também traz reflexos para os governos, como já havia citado no post em que escrevi sobre o movimento dos moradores da cidade do Rio de janeiro, que fizeram um movimento de boicote para não pagamento do IPTU, para evitar que o prefeito, na época era o Cesar Maia, beneficia-se dele para fins eleitoreiros(clique aqui para acessar o post).

                    A segunda força é o crescimento das ferramentas de relacionamento social baseadas na Web. Como falou o professor Silvio Meira no projeto descolagem (acessem o video aqui) : “pela primeira vez, nós começamos a ter a disponibilidade de um conjunto de tecnologias, infra-estruturas, serviços e aplicativos que tornaram possível, para uma parte cada vez maior da humanidade, um modo de relacionamento pessoa a pessoa de maneira colaborativa e não intermediada por terceiros.” A consequência disso é que o conhecimento está sempre em transformação gerando um mundo em transformação constante. Como disse o professor Silvio Meira : “Vivemos em um mundo BETA onde muita coisa é funcional, mas não está totalmente completo”. Nesse caso, a adaptabilidade passa a ser o nome do jogo.

                    A última das forças trata das expectativas que a conhecida “Geração Y” (no artigo ele denomina Geração Facebook) trará para o ambiente de trabalho. Essa é a primeira geração a crescer dentro de um ambiente WEB. Eles não precisaram entender a Internet para poder utiliza-la, para eles a Internet é onipresente e transparente como a água é para os peixes. Para essa geração, a Internet é o sistema operacional de suas vidas.

                     Como já escrevi em outros posts, isso muda tudo e os modelos de gestão atuais, baseados na revolução industrial, já não conseguem mais responder aos problemas apresentados por essa nova realidade. É preciso uma nova forma de enxergar o mundo como ele é e em como ele está se transformando.

                       A pergunta que deixo para vocês responderem é : Nós como individuos e as empresas estamos preparados para essa disruptura nos modelos de gestão?

Um abraço.

Bookmark and Share

Leia também os seguintes posts :

– Inovação na gestão : Quando a inovação é necessária – > Clique aqui para ler;

– Inovação na gestão : Começando por você – > Clique aqui para ler;

– Inovação na gestão : Quem faz realmente acontecer – > Clique aqui para ler;

– Inovação na gestão : Gestão PARA as pessoas – > Clique aqui para ler;

– Ostra feliz não faz pérola – > Clique aqui para ler;

– Por quê é tão dificil mudar? – > Clique aqui para ler;

– Importância da franqueza nas organizações – > Clique aqui para ler;

– Questionar é preciso : liderando equipes talentosas – > Clique aqui para ler;

– Gestão e inovação é com o lado direito do cérebro – > Clique aqui para ler;

–  Livro : Empreendedor corporativo – a nova postura de quem faz a diferença – > Clique aqui para ler;

– Google – Modelo de inovação na Gestão – > Clique aqu para ler;

– Mudança de época requer mudança de pensamento – > Clique aqui para ler;

– Inovação – O poder da colaboração – > Clique aqui para ler;

– Nova economia exige um novo perfil de profissional – > Clique aqui para ler;

– Modelos de gestão – necessidade de evolução – > Clique aqui para ler;

– A diferença entre arrogância e auto-confiança – > Clique aqui para ler;

– Autoconhecimento – O conhecimento mais importante – > Clique aqui para ler;

– A diferença entre lideres e gerentes – > Clique aqui para ler;

– Receita do sucesso é a mesma do insucesso – > Clique aqui para ler;

– Empreendedor corporativo – Vida difícil nas empresas brasileiras – > Clique aqui para ler;

– Por quê precisamos de líderes? – > Clique aqui para ler;

– Liderança – Existe espaço para arrogância no mundo de hoje? – > Clique aqui para ler;

Anúncios

8 Respostas to “Inovação na Gestão : Três forças disruptoras da gestão by Gary Hammel”

  1. […] – Inovação na gestão – 3 forças disruptoras da gestão – > Clique aqui para ler; […]

  2. […] – Inovação na gestão – 3 forças disruptoras da gestão – > Clique aqui para ler; […]

  3. […] no ótimo post que a minha amiga Adriana Salles Gomes fez sobre o uso de inovação aberta para resolver o conflito Israel X Palestina(<a href=”http://hsm.updateordie.com/trends-insights/2010/07/crowdsourcing-para-o-conflito-israel-x-palestina/”>leia mais sobre isso aqui</a>), o Thiago de Assis citou outra iniciativa de inovação aberta voltada para a re-invenção do management (Gestão 2.0) liderado por pensadores como o próprio Gary Hamel, que foi o lider do grupo de renegados que criou 0s 25 desafios da Gestão 2.0 (Moon Shots for management) (leia mais sobre isso aqui). […]

  4. […] no ótimo post que a minha amiga Adriana Salles Gomes fez sobre o uso de inovação aberta para resolver o conflito Israel X Palestina(leia mais sobre isso aqui), o Thiago de Assis citou outra iniciativa de inovação aberta voltada para a re-invenção do management (Gestão 2.0) liderado por pensadores como o próprio Gary Hamel, que foi o lider do grupo de renegados que criou 0s 25 desafios da Gestão 2.0 (Moon Shots for management) (leia mais sobre isso aqui). […]

  5. […] já foi colocado aqui (clique aqui para ler mais), o crescimento do uso de redes sociais é uma das forças disruptoras por trás da necessidade de […]

  6. […] no ótimo post que a minha amiga Adriana Salles Gomes fez sobre o uso de inovação aberta para resolver o conflito Israel X Palestina(leia mais sobre isso aqui), o Thiago de Assis citou outra iniciativa de inovação aberta voltada para a re-invenção do management (Gestão 2.0) liderado por pensadores como o próprio Gary Hamel, que foi o lider do grupo de renegados que criou os 25 desafios da Gestão 2.0 (Moon Shots for management) (leia mais sobre isso aqui). […]

  7. […] sociais e o aumento da qualificação do trabalhor fazendo surgir o trabalhador do crescimento(Veja mais sobre isso aqui) – produtos com qualidade passaram a virar comodities. Qualidade hoje é apenas o preço que você […]

  8. […] sociais e o aumento da qualificação do trabalhor fazendo surgir o trabalhador do crescimento(Veja mais sobre isso aqui) – produtos com qualidade passaram a virar comodities. Qualidade hoje é apenas o preço que […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: