Blog do Marcelão

Blog para debate sobre excelência na gestão.

Posts Tagged ‘intraempreendedorismo’

HSM – Mosaico de Tendências – Minhas previsões

Posted by marcelao em fevereiro 5, 2011


Pessoal,

está disponível uma iniciativa muito legal no portal da HSM que é o mosaico de tendências. O Mosaico está disponível no endereço http://www.hsm.com.br/mosaico/index.html#/pt_BR/home/

Lá você pode fazer suas previsões nos campos da Gestão e Negócios, Sustentabilidade, Web e Mobilidade, Brasil, Marketing e liderança. Se você não tem previsões a fazer, você também pode participar opinando sobre a qualidade das previsões feitas por outras pessoas.

Eu mesmo já fez duas previsões lá. A primeira, que está disponível em http://bit.ly/hkC3sO , é sobre o futuro da gestão das organizações. Na minha opinião, empresas grandes trazem uma complexidade muito grande para serem administradas e o custo de gestão de toda essa complexidade está cada vez mais elevado e insustentável e a consequência disso é a falta de mobilidade e flexibilidade das empresas para acompanhar as mudanças cada vez mais frequentes proporcionadas pela evolução cada vez mais rápida da tecnologia e, o que considero pior, o grande distanciamento da alta administração das grandes empresas daqueles que são a razão de ser de qualquer empresa que são seus clientes. Continue lendo »

Anúncios

Posted in Colaboração, Empreendedorismo, Gestão 2.0, Gestão de mudanças, Gestão do Conhecimento, Inovação, liderança, Planejamento Estratégico, tendências da tecnologia da informação | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Inovação na Gestão : Gestão para as pessoas

Posted by marcelao em março 18, 2009


Blog do Marcelão

↑ Grab this Headline

Pessoal,

                 depois de uma longa pausa, em que estive estudando para uma série de provas de certificação de conhecimento no Banco do Brasil(aliás, eu passei em todas), volto a escrever regularmente nesse espaço.

                  A pausa foi interessante porque serviu de inspiração para iniciar uma série de posts sobre o assunto “Inovação na Gestão” ou Gestão 2.0. Esse é um assunto pelo qual, de uns tempos para cá, estou obcecado desde que li o livro do professor Gary hammel “The future of management” que no Brasil foi chamado de “O futuro da administração” (leiam o resumo que fiz do livro). Por essa razão é que ele será alvo da minha tese de mestrado que estou iniciando na UNB (Universidade de Brasília).

                  Nesse tempo em que fiquei estudando, eu comprei a edição de fevereiro da revista Harvard Business Review que trouxe matéria sobre o trabalho do professor Gary Hammel e comenta sobre um grupo que se auto-denominou “Brigada de renegados” e que lançaram 25 desafios para a administração. Esse grupo de “renegados” já havia sido citado por mim quando indiquei o blog do Luis Eduardo (leia o post aqui). Essa matéria foi comentada pelo Jorge Carvalho no blog da HSM em que ele faz um pequeno resumo.

                  Combinei com o Jorge que a partir do post dele, eu iniciaria uma série de posts sobre inovação na gestão. E o primeiro deles é sobre gestão para pessoas. Você deve estar perguntando : “O certo não seria Gestão DE pessoas?”. A preposição “para” está correta, pois trata-se de como inovar na gestão para tornar as empresas mais humanas e permitir o desenvolvimento de todo o potencial das pessoas que a compõem.

Continue lendo »

Posted in Empreendedorismo, Gestão 2.0, Gestão de mudanças, Gestão de pessoas, Inovação, liderança, Nova Economia | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , | 3 Comments »

Palestra Realizada na Tecnologia do BB : Empreendedorismo, Inovação e projetos

Posted by marcelao em dezembro 13, 2008


Blog do Marcelão

↑ Grab this Headline Animator 

BOAS NOTÍCIAS

Pessoal,

                realizei hoje (11.12) uma palestra na diretoria de tecnologia do Banco do Brasil com o titulo “empreendedorismo corporativo, inovação e projetos”. O objetivo da palestra era apresentar o que caracteriza a inovação e o empreendedorismo e a relação deles com a gestão de projetos.

Continue lendo »

Posted in Colaboração, competição, Empreendedorismo, Gestão 2.0, Gestão de mudanças, Gestão de pessoas, Gestão de Projetos, Gestão do Conhecimento, Inovação, liderança, Nova Economia, Palestras realizadas | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 24 Comments »

Receita do Sucesso é a mesma do insucesso

Posted by marcelao em novembro 11, 2008


Blog do Marcelão

↑ Grab this Headline

Pessoal,

 

              parece que para corroborar com o meu post anterior sobre enpreendedorismo corporativo, ouvi o comentário do Max Gehringer na segunda-feira dia 3 de novembro sobre a receita do sucesso.

              Max, com sua espetacular competência de sintetizar e tornar os assuntos do mundo corporativo claros e simples, respondeu a carta de um ouvinte que lhe perguntava qual era a receita para o sucesso.

              Ele resumiu a receita em 4 fatores determinantes para construir uma carreira :

Continue lendo »

Posted in Empreendedorismo, Gestão 2.0, Gestão de pessoas | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , | 18 Comments »

Empreendedor corporativo : Vida dificil nas empresas brasileiras

Posted by marcelao em outubro 23, 2008


Blog do Marcelão

↑ Grab this Headline Animator

Pessoal,

                um dos assuntos que mais gosto de abordar aqui nesse espaço é a questão do empreendedor corporativo. Como já escrevi em outros posts, empreendedor corporativo ou intraempreendedor é aquele sujeito que possui as características de empreendedor, mas não não é dono de um negócio próprio, pois prefere e sente-se confortável trabalhando dentro de uma empresa.

                O objetivo desse post é mostrar as dificuldades que esse empreendedor encontra no cotidiano das empresas para empreender.

Continue lendo »

Posted in competição, Empreendedorismo, Gestão 2.0, Gestão de pessoas, Gestão de Projetos, Inovação, Nova Economia | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 18 Comments »

Frases Inspiradoras sobre Aprendizado

Posted by marcelao em setembro 10, 2008


Blog do Marcelão

↑ Grab this Headline Animator

“Os analfabetos do próximo século não são aqueles que não sabem ler ou escrever, mas aqueles que se recusam a aprender, reaprender e voltar a aprender.” Alvin Tofler

“Não basta ensinar ao homem uma especialidade, porque se tornará assim uma máquina utilizável e não uma personalidade. É necessário que adquira um sentimento, um senso prático daquilo que vale a pena ser empreendido, daquilo que é belo, do que é moralmente correto.” Albert Einstein

“Eu não me envergonho de corrigir meus erros e mudar as opiniões, porque não me envergonho de raciocinar e aprender.” Alexandre Herculano

“Confessar um erro é demonstrar, com modéstia, que se fez progresso na arte de raciocinar.” Jonathan Swift

“Experiência não é o que acontece com você, mas o que você fez com o que lhe aconteceu.” Aldous Huxley

“A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.” Albert Einstein

“Os problemas significativos que enfrentamos não podem ser resolvidos no mesmo nível de pensamento em que estávamos quando os criamos.” Albert Einstein

Bookmark and Share

Todas as frases postadas estão reunidas na página “Frases e pensamentos marcantes”

Leia também os seguintes posts :

Inovação – o poder da colaboração – > Clique aqui para ler

Miopia gerencial – > Clique aqui para ler;

Importância do aprendizado contínuo – > Clique aqui para ler;

Mudança de época requer mudança de pensamento – > Clique aqui para ler 

Transferência de poder e nova postura do profissional – > Clique aqui para ler;

Modelos de gestão – necessidade de evolução – > Clique aqui para ler;

Livro : Qual é a tua obra? – > Clique aqui para ler;

Importância da franqueza nas organizações – > Clique aqui para ler;

Sua empresa é Flexível? – > Clique aqui para ler;

Competências dos lideres do futuro – II – > Clique aqui para ler;

Como transformar sua empresa em uma empresa adaptável aos novos tempos? – > Clique aqui para ler;

Livro : Wikinomics – > Clique aqui para ler;

Posted in Colaboração, Empreendedorismo, Frases Marcantes, Gestão do Conhecimento, Inovação | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comment »

Frases inspiradoras sobre Criatividade e Inovação – II

Posted by marcelao em agosto 28, 2008


Blog do Marcelão

↑ Grab this Headline Animator

“Um pressentimento é a criatividade tentando te dizer algo.” (Frank Capra)

“Um aspecto essencial da criatividade é não ter medo de fracassar.” Dr. Edwin Land (Leia mais sobre isso aqui)

“As empresas inovadoras não gastam esforços para defender o passado.” Peter Drucker

“Um executivo que não sabe gerenciar a inovação é incompetente e inadequado para a sua função.” Peter Drucker (Leia mais sobre isso aqui)

“Há dois tipos de pessoas no mundo : os realistas e os sonhadores. Os realistas sabem onde estão indo. Os sonhadores já estiveram lá.” Robert Orben.

“O sábio não é o homem que dá as verdadeiras respostas : É aquele que faz as verdadeiras perguntas.” Claude Lévi-Strauss

“Imaginação é o início da criação. Nós imaginamos o que desejamos; nós seremos o que imaginamos; e, no final, nós criamos o que nós seremos.” George Bernard Shaw

“Inovação é atribuir novas capacidades aos recursos (pessoas e processos) existentes na empresa para gerar riqueza.” Peter Drucker

“Para usarem o seu potencial criativo as pessoas precisam de :

– Liberdade para estudar;

– Liberdade para questionar;

– Liberdade para se expressar;

– Liberdade para serem elas mesmas. ” M. I. Stein

“Criatividade é fazer o novo e reordenar o velho.” Mike Vance – Disney Corporation (Leia mais sobre isso aqui)

Bookmark and Share

Todas as frases postadas estão reunidas na página “Frases e pensamentos marcantes”

Leia também os seguintes posts :

Google – Modelo de Inovação na Gestão – > Clique aqui para ler;

Questionar é preciso : liderando equipes talentosas – > Clique aqui para ler;

Modelos de gestão – necessidade de evolução – > Clique aqui para ler;

Liderança do Futuro – Lider 2.0 – > Clique aqui para ler;

Motivação – O que é isso? – > Clique aqui para ler;

Livro : O lider do futuro – > Clique aqui para ler;

Funcionários satisfeitos = maior valor das ações – > Clique aqui para ler;

Inovação – o poder da colaboração – > Clique aqui para ler

Miopia gerencial – > Clique aqui para ler;

Livro : O futuro da administração – > Clique aqui para ler;

Sua empresa é Flexível? – > Clique aqui para ler;

Transferência de poder e nova postura do profissional – > Clique aqui para ler;

Livro : Wikinomics – > Clique aqui para ler;

Posted in Empreendedorismo, Frases Marcantes, Gestão 2.0, Gestão do Conhecimento, Inovação | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Google – Modelo de inovação na gestão

Posted by marcelao em junho 19, 2008


Pessoal,

             como já havia comentado nos posts anteriores, vivemos em uma época em que serão necessárias novas formas de pensar, novas formas de agir e gerenciar nossas empresas. Esta é uma época caracterizada pelo acesso facilitado a informação, pelo dinanismo das mudanças e que requer maior agilidade das empresas na tomada de decisões, diferente da era passada (revolução industrial) em que as decisões podiam aguardar meses para serem tomadas.

              Essa exigência por maior agilidade nas decisões vai de encontro ao processo decisório dos modelos de gestão atualmente utilizados pela grande maioria das empresas. Nesses modelos, as decisões são tomadas com muita informação buscando diminuir o risco ao máximo possível. A pergunta é : se você tem todas as informações para tomar decisão, porque você precisa de gerentes?

              Como já havia colocado em post anterior, qualquer decisão, por melhor que ela seja, possui um alto nível de risco de estar errada até porque você nunca terá todas as informações disponíveis, até porque para te-las exigirá muito tempo e a um custo elavadissimo. Daí a necessidade de rever os modelos de gestão de forma a envolver mais todos os níveis da empresa nesse processo.

              Para isso, será necessária implantar uma cultura empreendedora na empresa que permita as pessoas a assumirem riscos e experimentar novas soluções. Quando tratamos de risco e experimentação estamos sujeitos ao surgimento de erros durante esse processo, erros esses que são alvo de punição nos modelos de gestão atuais, mas devem ser encarados como instrumento pedagógico nos modelos de gestão inovadores do século XXI.

               Os modelos de gestão inovadores do século XXI exigirão que seja criado um ambiente dentro das empresas que promova e incentive o uso da criatividade dos funcionários e estimulando-os a experimentar suas idéias. Estamos falando de clima e cultura organizacional e de motivação dos funcionários.

               Agora, a pergunta é : Como isso funciona no Google?

               O Google é uma empresa que foi fundada em 1996, ou seja, quando a Internet já estava sendo utilizada em larga escala. Seu negócio é publicidade com base em pesquisas. Para isso, ele oferece um serviço gratuito de pesquisa de termos na Internet e vincula os resultados das pesquisas a anúncios publicitários, os chamados links patrocinados. O resultado é que em três anos (2001-2004) sua receita passou de R$3,2 bilhões de dólares para 10,6 bilhões de dólares e seu valor de mercado saltou para 140 bilhões de dólares.

               Mas qual é a receita para manter esse sucesso e continuar crescendo e inovando?

               Os fundadores sabem que em um mundo de descontinuidade, o que mais importa não é a vantagem competitiva de uma empresa em um dado momento, mas sua vantagem ao longo do tempo. Para isso, era necessário criar um modelo de gestão que acompanhasse a evolução da própria WEB, ou seja, era necessário agilidade para adaptar-se as frequentes mudanças desse século.

               A primeira ação era transformar a empresa em um modelo de empresa que atraisse os talentos existentes no mundo para trabalhar nela. Um dos pilares desse modelo está na missão visionária dos fundadores em transformar o mundo em lugar melhor para viver organizando todas as informações existentes. As pessoas que trabalham no Google acreditam piamente nessa missão.

               Outro pilar desse modelo, era transformar o local de trabalho em um lugar onde as pessoas gostassem de passar a maior parte de seu tempo. O modelo de gestão do google é baseado pequenas unidades de trabalho autonomas (Intraempreendedores – Empresas dentro da empresa), grande número de experiências e feedback intenso entre os colegas. Dentro desse ambiente, um fracasso como o Gmail, em termos de resultado financeiro, é considerado como valioso devido ao aprendizado fortuito que ele rendeu, pois gerou a idéia de criação do AdSense.

               O modelo de pequenas equipes permite uma maior autonomia aos colaboradores da empresa, mesmo em projetos maiores que exigem 30 pessoas, as equipe são divididas em pequenos grupos de no máximo quatro participantes trabalhando no aperfeiçoamento de um serviço especifico. Essa diretriz facilita a agilidade do projeto, uma vez que são menos pessoas para convencer e menos interdependências para administrar. Isso faz com que as equipes pareçam com pequenas start-ups do que uma burocracia inchada.

               Outro pilar do modelo é o fluxo contínuo de informações dentro da empresa. O Google investiu pesado na formação de uma rede de comunicação horizontal que torna fácil para os funcionários trocarem idéias, fazer pesquisas de opinião entre os colegas, recrutar voluntários e formar grupos de mudança. É um sistema de comunicação que é muito mais eficiente do que qualquer sistema de e-mail. Para isso, eles utilizam quatro ferramentas :

                 – Misc-lists -> Mescla de idéias e comentários variados aberta a todos os membros de equipe que envolvem assuntos que vão desde a estratégia polêmica do Google na China até o cardárpio dos refeitórios da empresa.

                 – MOMA -> Linhas de discussão para cada um das várias centenas de projetos internos da empresa, facilitando para as equipes a comunicação de seu progresso, a obtenção de feedback e a solicitação de ajuda.

                 – Snippets -> É um site em que cada engenheiro do Google publica um resumo semanal de medidas e realizações pessoais, possibilitando a pesquisa de qualquer pessoa para localizar pessoas que estão trabalhando em projetos semelhantes, ou simplesmente para se manter em dia sobre os acontecimentos.

                 – TGIF – > Reunião semanal com todo o pessoal no café do GooglePlex, em que os fundadores apresentam novos contratados, resumem os eventos importantes da semana e comandam uma sessão de perguntas e respostas com a participação de todos.

                 É a transparência interna do Google e o feedback continuo entre colegas e não um quadro enorme de gerentes de nível médio, que mantém as iniciativas díspares da empresa no caminho certo. O Google sabe que a única maneira de “administrar” nesse contexto é aplicar o talento coletivo da organização às pequenas e grandes decisões – e isso exige franqueza, transparência e muita comunicação horizontal.

                  Mas, o que poderiamos aproveitar desse modelo e implementar em nossas empresas?

                   Na minha opinião, A primeira medida a ser tomada é valorizar as idéias mais do que as credenciais, ou seja, criar uma democracia de idéias permitindo a todos os colaboradores terem a liberdade de expressar seus pensamentos e opiniões, por mais político que fosse seu posicionamento tornando, por exemplo, o debate interno sobre estratégia e direcionamento em um processo aberto, dinâmico e sem censura da mesma forma que já ocorre na Web com as redes sociais como Orkut e os blogs.

                    A internet destruiu o poder das elites de determinar o que deve ser publicado ou conhecido e como resultado disso temos hoje uma explosão de opiniões, comentários, recomendações e descobertas on-line. Atualmente, 175 mil novos blogs são criados diariamente, e 1,6 milhão de novas postagens são feitas nos blogs existentes. Na Blogosfera, a autoridade não vem de cima, nem pode ser comprada. A única maneira de conseguir credibilidade é escrever o que muitas pessoas querem ler.

                  Nesse contexto, as empresas deveriam convidar seus funcionários a publicar blogs internos impactantes, ou fazer debates on-line, aberto a todos, sobre decisões importantes. Encoraja-los a escrever blogs críticos internos, além de incentivar a leitura e a fazer comentários. O blog pode ser um meio de diálogo que até então não existia dentro das empresas.

                 Os blogs podem ser ferramentas excelentes para criar dentro das empresas um sistema de inteligência coletiva através de aplicação dos principios da democracia na tomada de decisões estratégicas.

Um abraço.

Leia também os seguintes posts :

Livro : O futuro da administração – > Clique aqui para ler;

Livro : Desafios gerenciais do século XXI – > Clique aqui para ler;

Empreendedor corporativo – > Clique aqui para ler;

O que é liderar? – > Clique aqui para ler;

Competências dos lideres do futuro – > Clique aqui para ler;

A importância das pessoas para a inovação nas empresas – > Clique aqui para ler;

As sete leis da criatividade – > Clique aqui para ler;

Livro : Wikinomics – > Clique aqui para ler;

Para os rebeldes. Pense diferente – > Clique aqui para ler;

Revolução na sociedade – > Clique aqui para ler;

Mudança de época requer mudança de pensamento – > Clique aqui para ler;

Época de mudança ou mudança de época – > Clique aqui para ler;

Transformação da empresa deve vir de cima ou de baixo – > Clique aqui para ler;

Posted in Colaboração, Empreendedorismo, Gestão 2.0, Gestão de mudanças, Gestão do Conhecimento, Inovação, liderança, Nova Economia | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 53 Comments »

Frases inspiradoras sobre criatividade e inovação

Posted by marcelao em maio 20, 2008


“Um pressentimento é a criatividade tentando te dizer algo.” (Frank Capra)

“Um aspecto essencial da criatividade é não ter medo de fracassar.” Dr. Edwin Land

“As empresas inovadoras não gastam esforços para defender o passado.” Peter Drucker

“Um executivo que não sabe gerenciar a inovação é incompetente e inadequado para a sua função.” Peter Drucker

“Há dois tipos de pessoas no mundo : os realistas e os sonhadores. Os realistas sabem onde estão indo. Os sonhadores já estiveram lá.” Robert Orben.

“O sábio não é o homem que dá as verdadeiras respostas : É aquele que faz as verdadeiras perguntas.” Claude Lévi-Strauss

“Imaginação é o início da criação. Nós imaginamos o que desejamos; nós seremos o que imaginamos; e, no final, nós criamos o que nós seremos.” George Bernard Shaw

 Tecnologia Sketch Inovacao Ciencia Investigacao MIT Futuro Ideias

“Inovação é atribuir novas capacidades aos recursos (pessoas e processos) existentes na empresa para gerar riqueza.” Peter Drucker

“Para usarem o seu potencial criativo as pessoas precisam de :

– Liberdade para estudar;

– Liberdade para questionar;

– Liberdade para se expressar;

– Liberdade para serem elas mesmas. ” M. I. Stein

“Criatividade é fazer o novo e reordenar o velho.” Mike Vance – Disney Corporation

Todas as frases postadas estão reunidas na página “Frases e pensamentos marcantes”

Leia também os seguintes posts :As sete leis da criatividade – > Clique aqui;

Empreendedor corporativo – > Clique aqui;

Medo – Barreira para inovação – > Clique aqui;

Empreendedorismo, Inovação e projetos – > Clique aqui;

Empreendedorismo Corporativo e o gerente de projetos – > Clique aqui;

 Livro : O futuro da administração – > Clique aqui;

A importância das pessoas para inovação nas empresas – > Clique aqui;

Importância do feedback para as pessoas – > Clique aqui;

Importância do aprendizado contínuo – > Clique aqui;

 

 

 

Posted in Colaboração, Empreendedorismo, Frases Marcantes, Gestão 2.0, Gestão de mudanças, Gestão de pessoas, Gestão do Conhecimento, Inovação | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 4 Comments »

Livro : Intraempreendedorismo na Prática

Posted by marcelao em abril 29, 2008


Pessoal,

 

               este livro é de autoria Ron Pellman e Gilfford Pinchot, um dos maiores especialistas nessa área de intraempreendedorismo. O livro é fruto de um aprendizado dos autores baseado em experiências de sucesso com equipes envolvidas em projetos que partiram de uma idéia e atingiram margens de vendas superiores a US$ 1 bilhão, e também em casos de fracasso que resultaram de falta de disciplina em seguir os preceitos do intraempreendedorismo.

                O livro apresenta formas práticas de alcançar a inovação com maior eficácia com o objetivo de auxiliar todos os atores envolvidos no processo de inovação, pois mais importante do que inovar é criar uma cultura de inovação voltada não somente para as grandes inovações (no livro chamadas de Home Run), mas também para criação de grandes quantidades de pequenas inovações.

                O livro preocupa-se primeiro em entender qual o papel desse ator dentro da empresa e as barreiras existentes na empresa(leia o post Barreiras para inovação) que o impedem de, em primeiro lugar, surgir e depois de inovar. Barreiras como o excesso de normas, atitudes burocráticas evasivas, gerentes que não apoiam a experimentação e o pensamento da alta administração da empresa de “Detemos o melhor conhecimento”, pensamento tipico da revolução industrial ligado a resistência as iniciativas de mudanças, pois seu próprio domínio está ameaçado de perder o poder ou influência.

                No atual ambiente competitivo em que as empresas estão inseridas, inovar é mais do que importante, é uma questão de sobrevivência. Os autores argumentam que marcas só conseguem sobreviver com a constante inovação do produto e quando esse é renovado através de campanhas de marketing, mas toda essa inovação vem de colaboradores que apresentam atitude e espirito empreendedor, que apresentam coragem, visão estratégica e desejo de se comprometer e fazer acontecer, pois não basta ter boas idéias, mas sim transformar essas idéias em realidades rentáveis.

                O livro apresenta os principios da inovação economica que são :

  • Procure agir de forma rápida e econômica diante de erros : Aborda a questão do tempo que uma inovação leva para apresentar resultados em ambientes burocráticos com excesso de zelo que levam a retardar as ações que poderiam levar a um aprendizado mais rápido;
  • Aposte nas pessoas e não apenas em idéias : A inovação nunca ocorre conforme planejado. Aposte em pessoas que possam fazer correções diante de imprevistos;

  • Saiba reconhecer verdadeiros intra-empreendedores : Saber diferenciar entre “promotores”  e intraemprendedores. Promotores identificam e vendem o objetivo, mas não tem inclinação para arregaçar as mangas e trabalhar para atingir esse fim;
  • Procure não filtrar a verdade : Crie sistemas abertos que distribuam aprendizagens a partir de sucessos e fracassos, sem rotular pessoas no processo;

  • Trate a equipe como uma única entidade : A equipe é uma unidade, coletivamente responsável pelo sucesso ou fracasso do todo, para isso recompense toda a equipe e não apenas o líder ou alguns membros excepcionais;
  • Não dispare o sistema de autodefesa da empresa com suas grandiosidades : Inicialmente, divulgue idéias com modéstia, a fim de não assustar as pessoas que podem se opor a você. Converse com amigos e procure obter feedback. Concentre-se no aprendizado e não em contas as pessoas sobre sua grande idéia;
  • Conviva com os clientes : Ningué consegue descrever precisamente a forma como os clientes pensam. Aprenda sobre as necessidades dos clientes observando-os, verificando seus problemas e tentando descobrir o que você buscaria se estivesse na mesma situação. Passe algum tempo com eles até dizerem “Você parece um de nós”. Assim, você poderá identificar o que os clientes requisitarão, não mais se concentrando apenas no que eles acreditam desejar;
  • Patrocinadores, sejam mais modestos em relação ao seu status : Patrocinadores devem proteger intraempreendedores do poder destrutivo do sistema imunológico contra mudanças da empresa, mas seu status podem intimidá-los. Para isso, eles devem manter um relacionamento cooperativo com as equipes patrocinadas;
  • Sem fronteiras : Inovação exige trabalho conjunto para romper barreiras organizacionais. Agradeças as pessoas de outras áreas a ajuda prestada a você ou a membros de sua equipe. Rejeite o comportamento “Territorial”;
  • Construa a comunidade organizacional privelegiando a generosidade (leia o post sobre o poder da colaboração em comunidades) : O valor da comunidade está no prazer em servir os outros sem pedir nada em troca. A inovação é uma dádiva, pois cria o futuro para todos na empresa.

                 O livro traz uma importante contribuição que é uma pesquisa com perguntas voltadas para identificar como está o clima organizacional para o surgimento e trabalho dos intraempreendedores abordando os fatores de sucesso para criar uma cultura de inovação que abordam a questão da comunicação da visão e do objetivo estratégico, aprendizado com os erros, suporte gerencial, autonomia dos intraempreendedores, visão estratégica, forte comunidade organizacional, foco no cliente e outros mais.

                 Assim como no livro “O Futuro da Administração” (leia o resumo aqui), esse não é um caminho fácil em que não podem se transformar promessas em sucesso da noite para o dia sem ter disciplina, compromisso e coragem. Para isso, é preciso motivar cada colaborador a ser uma parte dessa engrenagem e de uma nova mentalidade dentro do seu universo de trabalho, mesmo com todas as dificuldades que o ambiente de trabalho possa apresentar. O desafio aqui é visualizar essa nova postura como uma valiosa contribuição para o crescimento indivudual e coletiva, começando com a mudança por parte do próprio individuo. Como disse Mahatma Gandhi e Leon Tolstoi respectivamente : “Você deve ser a mudança que deseja ver no mundo.” e “Todo mundo pensa em mudar o mundo, mas ninguém pensa em mudar a si mesmo.”

 

Um abraço.

Leia também os seguintes posts :

Empreendedor corporativo : Clique aqui;

Transformação da empresa deve vir de cima ou de baixo : Clique aqui;

Importância das pessoas para inovação nas empresas : Clique aqui

Miopia Gerencial : Clique aqui;

Empreendedorismo, Inovação e projetos : Clique aqui;

– Competências dos lideres do futuro – Parte I – > Clique aqui;

– Competências dos lideres do futuro – Parte II – > Clique aqui;

– Leia o resumo do livro “O livro do futuro” de John Naisbitt – > clique aqui;

Posted in Colaboração, Empreendedorismo, Frases Marcantes, Gestão 2.0, Gestão de mudanças, Gestão de pessoas, Gestão do Conhecimento, Inovação, liderança, Livros recomendados, Nova Economia | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 12 Comments »

 
%d blogueiros gostam disto: