Blog do Marcelão

Blog para debate sobre excelência na gestão.

Posts Tagged ‘Redes sociais’

On ou Off?

Posted by marcelao em dezembro 12, 2012


Pessoal,

o vídeo abaixo foi desenvolvido por Deivison Pedroza e certamente vale o play e, principalmente, uma reflexão.

Na minha opinião, sempre digo que perguntas como essas parecem ter apenas duas alternativas, ou uma ou a outra, para mim, existe a terceira que é ter os dois, mas com equilibrio, um equilibrio dinâmico. Afinal de contas, muitos amigos antigos eu só tenho como me conectar através das redes sociais. A tecnologia nos oferece inúmeras possibilidades, uma vez que ela vence a barreira do tempo e do espaço, mas não é ela a culpa de alguns comportamentos, mas sim o uso que fazemos dela.

Utilizando uma metáfora, cianureto pode ser utilizado para cura ou para matar, a diferença está na dose.

Um abraço.

“I Believe in Change”

Twitter: @blogdomarcelao

Posted in Colaboração | Etiquetado: , , , | Leave a Comment »

Gary Hamel e O Que Importa Agora

Posted by marcelao em outubro 16, 2012


Pessoal,

com o advento da Internet, aconteceram mudanças radicais em vários campos do conhecimento como economia, politica, administração, … Desse modo, o que antes era verdade no século passado não vale mais para o século XXI. O modelo mental mais apropriado para os tempos de mudanças que vivemos é semelhante ao modelo da Internet onde clientes determinam o funcionamento da economia, ideias não seguem patentes, a capacidade conta mais do que cargos e credenciais, o comprometimento é voluntário, quase tudo é descentralizado e onde as decisões são tomadas entre os usuários.

Nesse sentido, recomendo a você o vídeo abaixo com a palestra do professor Gary Hamel sobre o que importa realmente agora em tempos de mudança de época:

Um abraço.

“I believe in change”

Twitter: @blogdomarcelao

Posted in Colaboração, Gestão 2.0, Gestão de pessoas, Gestão do Conhecimento, Inovação, liderança, Nova Economia | Etiquetado: , , , , , , , | 1 Comment »

3 Práticas de uma Empresa que Aprende

Posted by marcelao em julho 11, 2012


Pessoal,

como disse o pensador Alvin Tofler: “Os analfabetos do século XXI não serão aqueles que não saberão ler ou escrever. Serão que aqueles que não conseguirão aprender, desaprender e reaprender.”

Em um mundo em constante mudança, buscar o aprendizado constante torna-se uma estratégia vital para qualquer empresa que deseje continuar competitiva no mercado atual. No entanto, a maneira que nós aprendemos em ambientes corporativos não mudou em décadas. Nós ainda assistimos a sessões de treinamento de fim de semana, lemos manuais de vendas, e assistimos palestras gravadas.

Nesse sentido, encontrei esse artigo no site www.mashable.com apresentado por Craig Malloy, CEO da Blomfire, que apresenta 3 práticas que auxiliam a tornar a sua empresa em uma organização que aprende constantemente. Relaciono-as abaixo com meus comentários:

Conhecimento no momento e na quantidade exata em que você precisa -> Hoje as empresas empurram uma quantidade enorme de informação nas suas equipes e espera que elas saibam lidar com essa verdadeira avalhanche de informação, além de esperar que eles a recuperem no momento em que precisarem. Agora pense em um sistema de aprendizado que utilizasse o modelo mental de busca do Google. As empresas poderiam possuir algo equivalente. Se você disponibiliza uma estrutura como essa, você fornece aos seus funcionários um corpo permantente de conteúdo / Conhecimento na forma de vídeos e documentos, juntamente com um meio simples de conexão entre os funcionários permitindo a troca de conhecimentos no momento exato em que você precisa;

Todo mundo tem algo valioso para contribuir -> Como sempre digo, mesmo um relógio parado está certo pelo menos duas vezes por dias. Todo mundo tem algo a contribuir. O conhecimento existente nas equipes é o ativo mais valioso de sua empresa, principalmente o conhecimento latente armazenado na experiência e interação entre os seus companheiros e colegas de trabalho. É importante abrir o processo de aprendizagem criando estruturas que facilitem o livre fluxo de infomações entre seus colaboradores, até porque as lições dos pares são frequentemente as mais importantes e as mais fáceis de serem aprendidas. Mas se você quiser tirar vantagem dessa abordagem, é preciso incorporá-la como valor no cerne da cultura da sua empresa;

Nenhum de nós é tão inteligente quanto todos nós -> Um trabalhado gasta em média nove horas por semana em busca de informações. Isso é muito tempo perdido. Deveríamos passar menos tempo procurando respostas, mais tempo colocando-as em prática e refletindo sobre seus resultados. Você precisa ter uma idéia do fluxo de trabalho entre os setores para que você possa facilitar esse processo. Na minha experiência como consultor, já vi vários casos de relacionamento dificeis entre dois setores em que bastava apenas uma conversa onde fosse esclarecido o que cada um espera do outro como entrega para poder dar continuidade ao seu trabalho com qualidade;

Por trás da maioria dos problemas das organizações do século XXI está relacionado a um problema de aprendizado. As 3 práticas acima citadas podem fazer toda a diferença através da prática de compartilhamento de conhecimentos. Isso levará sua empresa de um estágio estático e obsoleto para um estágio dinâmico e próspero.

Afinal de contas, qualquer empresa que deseje prosperar deve aprender ou morrer.

Um abraço.

“I Believe in change”

Twitter: @blogdomarcelao

Posted in Colaboração, Gestão 2.0, Gestão do Conhecimento, Nova Economia | Etiquetado: , , , , , | Leave a Comment »

Espalhando Felicidade pela Rede

Posted by marcelao em maio 10, 2012


Pessoal,

tempos atrás, eu postei um vídeo mostrando como a rede de supermercados Tesco converteu tempo ocioso de espera pelo trem do metrô em tempo para realizar compras.

No vídeo abaixo, a KLM, empresa de aviação, mostra como converter o tempo de espera pelo embarque em momentos de felicidade espalhando pela rede social das pessoas.

Um abraço;

“I believe in change”

twitter: @blogdomarcelao

Posted in Colaboração, Inovação, Uncategorized | Etiquetado: , , , | Leave a Comment »

Fórum HSM de Marketing e Tendências de Consumo: Experiência

Posted by marcelao em setembro 29, 2011


Pessoal,

Nos últimos dias participei do Fórum HSM de Marketing e tendências de consumo e, como de costume, utilizarei esse espaço para compartilhar minhas impressões sobre o que assisti nos dias de fórum. Nesse primeiro post vou abordar um dos temas mais recorrentes que foi a questão da experiência de consumo.

É mais do que sabido que vivemos uma era em que o consumidor tem um maior poder de influência dentro do processo econômico devido ao crescimento das redes sociais, que permite a nós consumidores que essa participação aconteça sem a necessidade de intermediários. Toda essa transformação que a tecnologia nos proporciona, tema do próximo post,  trouxe diversas transformações no comportamento desse consumidor na economia.

Informação é poder. Consumidores informados tem mais poder e consciência dos seus direitos e das possibilidades de consumo que eles podem ter acesso. Mais do que consumir, os consumidores da nova economia querem ter uma experiência diferenciada de consumo. Nas palavras de Seth Godin, um dos palestrantes do evento, “Acabou o tempo de vender produto médio para pessoas medianas”. Atingir as massas não deve ser mais o objetivo das empresas, pois vender para as massas significa vender algo mediano para pessoas medianas. Continue lendo »

Posted in Consumidor 2.0, Marketing, Nova Economia, Poder do consumidor | Etiquetado: , , , , , , , | 2 Comments »

Minha Entrevista sobre Redes Sociais nos Projetos

Posted by marcelao em maio 30, 2011


Pessoal,

segue abaixo vídeo contendo uma entrevista que concedi ao pessoal da organização do 8o Congresso de Profissionais de Gerenciamento de Projetos organizados pelo PMI-RJ. Nesse evento, eu palestrei sobre a utilização de Redes Sociais no gerenciamento de projetos.

Esse ano estarei presente palestrante também no 9o Congresso discursando sobre a importância do Design Thinking como ferramenta de criatividade e de percepção real da necessidade do cliente no gerenciamento de projetos.

Um abraço.

“Maybe I’m a dreamer, but i still believe”

Twitter: @blogdomarcelao

Posted in Colaboração, Gestão 2.0, Gestão de Projetos, Gestão do Conhecimento, Inovação | Etiquetado: , , , , , , | Leave a Comment »

O futuro das compras

Posted by marcelao em abril 28, 2011


Pessoal,

segue vídeo abaixo projetando como se realizarão as compras no futuro com o advento das redes sociais e do mobile commerce:

Um abraço.

“Maybe I’m a dreamer, but i still believe”

Twitter: @blogdomarcelao

Posted in Nova Economia | Etiquetado: , , | Leave a Comment »

Gestão 2.0: 10 Toxidades dos modelos de gestão atuais

Posted by marcelao em março 9, 2011


Pessoal,

quem acompanha esse blog há algum tempo sabe das minhas criticas aos modelos de gestão atuais. Aliás, é bom que não se confunda com criticas a gestão de pessoas das empresas, pois ela é apenas uma das perspectivas que precisam ser revisadas quando tratamos de inovação na gestão.

Também não se trata de dizer que tudo esteve sempre errado, pois, afinal de contas, se hoje temos ao nosso alcance certos objetos de consumo e tecnologias como celular, Internet e outras coisas mais, deve-se a isso ao modelo de gestão adotados pelas empresas desde o século XIX, que procurou diminuir o custo de transações e, consequentemente, diminuiu os custos de produção de objetos de consumo como os citados anteriormente.

A critica é que esse modelo se esgotou e está em colapso, ou seja, ele já não responde mais aos problemas apresentados atualmente pela sociedade. Sociedade hoje que avançou na criação e no compartilhamento do conhecimento utilizando as redes sociais, que tem maior ciência do seu poder como consumidor e que deseja ter maior participação no processo econômico. Some a isso, uma nova geração que nasceu com a Internet sendo o seu sistema operacional de vida, que valoriza as idéias muito mais que as “patentes militares” de um cargo dentro das empresas.

Nesse sentido, buscando práticas que visem inovar nos modelos de gestão das empresas, acompanho sempre o site “Management Innovation eXchange” administrado pelo professor Gary Hamel que coordena o “Management Lab”, laboratório criado pela London Business School que visa identificar novas práticas gestão, mais adaptados ao mundo atual.

Recentemente, acessei o site e li um artigo que apresenta 10 toxidades dos modelos de gestão adotados ainda pela maioria das empresas atualmente. Compartilho com vocês abaixo junto com meus comentários: Continue lendo »

Posted in Consumidor 2.0, Gestão 2.0, Gestão de pessoas, Inovação, liderança, Nova Economia | Etiquetado: , , , , , , | Leave a Comment »

As Mudanças Provocadas pela Internet

Posted by marcelao em fevereiro 25, 2011


Pessoal,

segue vídeo abaixo demonstrando de forma clara as mudanças que a Internet provocou na questão de direitos autorais, além de mostrar outras possibilidades de criação de conteúdo como no caso da banda White Stripes.

Um abraço.

“Maybe I’m a dreamer, but i still believe”

twitter: @blogdomarcelao

P.S: Se você gostou desse post, clique em um dos botões abaixo e compartilhe você também. Faça o seu papel e contribua com o crescimento das pessoas que fazem parte da sua rede social

Posted in Colaboração, Inovação | Etiquetado: , , , | Leave a Comment »

Confiança: Quanto mais poder no topo, Menos Autonomia nas Pontas

Posted by marcelao em fevereiro 15, 2011


Pessoal,

tempos atrás, eu escrevi um post com 10 tendências a serem monitoradas por todo estrategista. Entre elas estava o fato que a confiança nas empresas estava decaindo e que inclusive apresentava uma pesquisa do MIT que apontava que 62% das pessoas pesquisadas em 20 países não confiavam nas empresas. Falta de confiança essa que aumentou mais ainda depois de escandâlos recentes como a quebra da Enron e a crise financeira de 2009, envolvendo bancos como Lehman Brothers, que foi resultado do excessivo  foco no atendimento das expectativas do acionista em detrimento do poder de mobilizar plenamente a energia humana, ou seja, as práticas de gestão empresarial não estavam voltadas a metas mais nobres, socialmente relevantes.

Essa perda de confiança ela não aconteceu de uma hora para outra, trata-se de um movimento silencioso que vem ocorrendo ao longo de muitos anos e de dificil percepção, mas que podem tornar-se supreendentes principalmente para aqueles que não estão prestando atenção. Anos de falta de confiança nos funcionários da sua empresa podem estourar como um verdadeiro terremoto, mas, por mais paradoxal que seja, de forma silenciosa através da falta de comprometimento e de engajamento das pessoas com a missão da empresa e seu papel dentro da sociedade.

A alta concentração de poder no topo da administração das empresas, e a consequente falta de autonomia dos funcionários que estão mais em contato com os clientes, pode ser um dos grandes entraves para o crescimento e a perenidade das empresas na nova economia, a economia da criatividade e do conhecimento. Afinal de contas, o nível de confiança da topo da administração das empresas é medido pelo nível de autonomia concedido aos funcionários que estão em contato direto com os clientes, ou seja, quanto mais concentrado o poder no topo, menor é o nível de autonomia na ponta das empresas e para aqueles que estão em contato direto com a razão de ser de qualquer organização que é o cliente. Continue lendo »

Posted in Gestão 2.0, Inovação, liderança, Nova Economia | Etiquetado: , , , , , , , , | Leave a Comment »

 
%d blogueiros gostam disto: