Blog do Marcelão

Blog para debate sobre excelência na gestão.

Posts Tagged ‘Modelos de Gestão’

Desafios da Gestão 2.0: Repacitar Mentes Gestoras

Posted by marcelao em setembro 3, 2012


Pessoal,

um dos assuntos mais recorrentes aqui nesse espaço é discussão de um novo modelo de gestão para as empresas, um modelo mais adaptado para os novos rumos que a economia tomou com o advento das novas tecnologias, principalmente e notadamente a Internet. Esse é um dos assuntos pelo qual tenho grande interesse, porque considero que a inovação na gestão trará grandes benefícios para a sociedade como um todo.

Nesse sentido, acompanho muito o site “Management Innovation eXchange” desenvolvido pelo professor Gary Hamel, responsável pelo laboratório de inovação na gestão na London Business School e uma das maiores referências em se tratando de reinventar a gestão. O site é uma iniciativa baseada em colaboração para discutir cada um dos 25 desafios da gestão 2.0, apontados por Gary Hamel e uma brigada de renegados, que seriam necessários para se reinventar a gestão.

Dentre os 25 desafios, eu considero o desafio de recapacitar mentes gestoras como o mais importante. O foco do treinamento de gerentes sempre foi ajudar o lider a desenvolver um arsenal especifico de habilidades cognitivas: o uso do lado esquerdo do cérebro, o raciocínio dedutivo, a solução analítica de problemas e a engenharia de soluções. Segundo esse desafio, o gerente do século XXI precisará de novas habilidades. No site são apresentadas algumas dessas habilidades que precisarão ser desenvolvidas:

– Pensamento Reflexivo: Examinar questões de forma mais profunda, mais conceitual. É concentrar-se mais em descobrir os “porquês” do que descobrir os “Comos”. É concentrar-se inicialmente em descobrir quais as perguntas a serem respondidas para depois procurar as respostas. É estar disposto a prolongar o estado de dúvida como um estímulo para uma investigação perfeita, na qual nenhuma ideia se aceite, nenhuma crença se afirme positivamente, sem que se tenha descoberto as razões justificativas; Continue lendo »

Posted in Empreendedorismo, Gestão 2.0, Inovação, liderança, Nova Economia | Etiquetado: , , , , , , , | 1 Comment »

Steven Johnson: De onde as idéias vêm?

Posted by marcelao em dezembro 28, 2010


Pessoal,

hoje reservei um tempo para assistir a algumas palestras do TED e pude finalmente assistir toda a palestra do escritor americano Steven Johnson – especializado em divulgar estudos sobre a sociedade, a ciência e as idéias – que faz uma proposta reveladora em seu mais recente livro, Where good Ideas come from (De onde vêm as boas idéias – a história natural da inovação). Segundo ele, a genialidade é uma idéia romântica e momentos de iluminação individual seriam raríssimos.

Para Steven Johnson, a inovação é muito mais resultado da conexão de idéias e essa conexão só ocorre  em ambientes que favoreçam a interação entre as pessoas como em uma rede neural do cérebro. Momentos “Eureka” são na verdade resultado de uma cadeia de outras decobertas, menores, às quais não damos valor.

Concordo com Steven Johnson, afinal de contas, se fizermos um levantamento de todas as invenções realizadas ao longo da história, veremos que muitos dos inventores são anônimos, sendo provável que muitas das invenções básicas, como a primeira roda ou sobre quem fundiu o primeiro cobre, tenham sido feitas independetemente, em diferentes épocas e em diferentes lugares. Mesmo nos tempos atuais, ocorre de inventores rivais registrarem patentes um do outro, em um prazo de dias ou mesmo de horas. A idéia,  em sentido metafórico, estava no ar, pronta para ser agarrada.

Johnson propõe um caminho para desenvolver um ambiente propício para surgimento da cultura de inovação nas empresas utilizando alguns princípios que relaciono abaixo junto com meus comentários:

– A gestação de idéias demora: Uma impressão ou uma intuição precisam de tempo, pesquisa e observação para virar uma idéia. No filme “Avatar” o personagem Jake Sully é orientado a registrar toda a experiência que ele teve ao usar seu avatar porque, segundo os cientistas que o acompanhavam, “Boa ciência é boa observação”. Isaac Newton não descobriu a lei da gravidade quando a maçã caiu em sua cabeça. Essa descoberta foi resultado de um processo que envolveu observações, citações, idéias improvisadas e desenhos descartados. Com certeza, ele releu suas anotações, combinou conceitos e questionou alguns pressupostos. Se você quer um exemplo desse processo, assista ao seriado “House” que passa no Universal Channel; Continue lendo »

Posted in Colaboração, Gestão 2.0, Gestão do Conhecimento, Inovação, liderança | Etiquetado: , , , , , , , | 2 Comments »

Vídeo: A Empresa do Futuro (Change happens)

Posted by marcelao em julho 8, 2010


Pessoal,

depois dos princípios da Gestão 2.0, seguem vídeo, estilo “Did You Know”, sobre o porquê da necessidade de reinventarmos os modelos de empresa visando o futuro e de acordo com a realidade atual das redes sociais:

Um abraço.

“Keep the Faith”

Twitter: @blogdomarcelao

Posted in Gestão 2.0, Inovação, liderança | Etiquetado: , , , , , , | Leave a Comment »

POR QUÊ?

Posted by marcelao em maio 31, 2010


Pessoal,

assisti a um excelente vídeo do TED com o professor Simon Sinek, autor do livro “Start with Why”, onde ele apresenta o resultado de suas pesquisas em tentar descobrir porquê alguns líderes se diferenciam de outros conseguindo obter resultados extraordinários tendo acesso aos meus recursos que outros líderes. A resposta está em uma simples pergunta : POR QUÊ?

Essa é a pergunta que devemos fazer sempre no nosso cotidiano em qualquer esfera, seja ela pessoal, profissional, familiar, … Ela ajuda a identificarmos qual o propósito por trás de cada uma de nossas ações. Qual a causa a que seguimos? Sempre digo que Como seres humanos, somo definidos pelas causas a que servimos e pelos problemas que lutamos para superar. É a paixão em solucionar problemas extraordinários que cria o potencial de realizações extraordinárias.

Para isso, precisamos compartilhar significado. É preciso ter uma missão nobre associada aquilo que realizamos na vida e no trabalho. Aliás, um dos desafios para construção de um novo modelo de gestão nas empresas é garantir que o trabalho da gestão sirva a um propósito maior. A administração, tanto na teoria como na prática, precisa ser voltada a metas nobres, socialmente relevantes. Continue lendo »

Posted in Gestão 2.0, Gestão de pessoas, Inovação, liderança | Etiquetado: , , , , , , | 2 Comments »

Mini-Safári de Inovação

Posted by marcelao em julho 4, 2009


Blog do Marcelão

↑ Grab this Headline Animator

Pessoal,

muito tem se falado sobre inovação, mas o principal foco da mídia tem sido a inovação em produto. Ocorre que a inovação não se restringe a inovar em produtos, mas também deve ser considerada como um importante fator no desenvolvimento da estratégia de negócios da empresa. Diferentes autores como Peter Drucker, Gary Hamel e Clayton Christensen, entre outros, vêm destacando que a inovação não pode ficar restrita a novos produtos, processos e serviços.

A inovação tem um significado maior, especialmente relacionado à inovação do modelo de negócios e na gestão e, mais recentemente, à inovação de valor. Para demonstrar as diferentes dimensões da inovação e sua capacidade de criar riqueza, e inspirado no livro “Safári de Estratégia” do professor Henry Mintzberg, resolvi escrever esse post como um mini-safári sobre o conceito de inovação de alguns grandes autores iniciando com Schumpeter com sua visão da destruição criativa, passando por Drucker e Christensen com suas visão sobre inovação como valor agregado e sobre o dilema da inovação, finalizando com Hammel com sua visão de inovação na estratégia e no modelo de gestão. Continue lendo »

Posted in Empreendedorismo, Gestão 2.0, Inovação, liderança | Etiquetado: , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Gestão 2.0 : Fortaleça os incomodados

Posted by marcelao em maio 15, 2009


Blog do Marcelão

↑ Grab this Headline

 

Pessoal,

um dos desafios propostos pelo Gary Hammel para inovação na gestão é fortalecer os renegados e desarmar os reacionários.

Segundo o artigo do professor Hammel publicado na Harvard Business Review de fevereiro/2009, “O monarca no trono normalmente não promove revoluções. A maioria dos sistemas de gestão, no entanto, dá uma parcela desproporcional da influência sobre políticas e estratégias a um pequeno número de altos executivos. Ironicamente, esse é justamente o grupo com mais interesse no status quo e o mais inclinado a defendê-lo. É por isso que empresas estabelecidas costumam “ceder” o futuro para novatas. A única saída é criar sistemas de gestão que transfiram poder para aqueles cujo capital emocional está investido basicamente no futuro e que têm pouco a perder com mudanças.” Continue lendo »

Posted in Empreendedorismo, Gestão 2.0, Gestão de pessoas, Inovação, liderança | Etiquetado: , , , , , , , , | 22 Comments »

Inovação na Gestão : Um novo modelo de gestão para o Flamengo

Posted by marcelao em abril 18, 2009


Blog do Marcelão

↑ Grab this Headline Animator

leonardo

Pessoal,

                não é segredo para ninguém que meu time de coração é o Flamengo. Além disso, gosto muito de escrever sobre inovação na gestão. O melhor dos mundo acontece quando escreve sobre Flamengo e inovação na gestão em um mesmo texto.

                Há algum tempo, mais especificamento quando lançou o site www.leonardoweb.globo.com , eu acompanho as idéias do Leonardo, ex-jogador e atual manager do Milan, sobre mudanças no modelo de gestão dos clubes brasileiros, mais especificamente no Flamengo. O que eu admiro no Leonardo é que ele é uma pessoa ciente do seu papel e equilibrado quanto as suas idéias e posições, principalmente, quando ele deixa claro que o problema de gestão no Flamengo não é um problema das pessoas que o administram e que não será ele que irá resolver sozinho esses problemas se assumisse como presidente, mas sim que os problemas estão no modelo, no sistema de administração do clube.

                Hoje (17.04), foi publicado no caderno de esportes de O Globo, uma entrevista com ele com o título “Abre o Clube. Vende o Flamengo”. O título traz uma carga de polêmica, mas em entrevista concedida ao programa Redação Sportv comandado por Marcelo Barreto, Leonardo esclarece que a intenção dele não foi de causar polêmica, mas sim de colocar em pauta um novo modelo de gestão para o Flamengo, uma vez que o modelo atual está falido, não consegue atrair novos investidores e novas receitas para o clube. Devido a sua imensa divida, o Flamengo fica a mercê dos contratos de patrocinio nas camisas e das cotas de televisão que, quando os contratos são assinados, já estão comprometidas para pagamento de adiantamentos feitos no passado. Isso é claramente um sinal de uma administração que vive de apagar incêndios e que não tem visão de longo prazo. Diante desse cenário, que empresa vai fazer um investimento sustentável e perene em uma instituição que não tem visão de longo prazo? Continue lendo »

Posted in Gestão 2.0, Inovação, liderança, Planejamento Estratégico | Etiquetado: , , , , , , , , , | 2 Comments »

Inovação na Gestão : Quando a inovação é necessária

Posted by marcelao em março 28, 2009


Blog do Marcelão

↑ Grab this Headline

Pessoal,

                  há um mês atrás, eu estava estudando a apostila de fundamentos da prática educativa no Banco do Brasil e um dos tópicos que mais chamou a minha atenção, porque tem a ver com o tema inovação na gestão, foi a questão dos paradigmas.

                   A apostila inicia com a pergunta : “Como o mundo muda?” . Segundo a apostila, ele muda pela ação concreta do homem. Na teoria do pensamento, pelo rompimento de padrões ou modelos teóricos, ou seja, como aprendi na matéria “Comportamento e diversidade nas organizações”, pelo rompimento com esquemas e estereótipos criados pela sua mente e que influenciam na forma como você interpreta o mundo, pois não enxergamos o mundo como ele é, mas sim como nós somos.

Continue lendo »

Posted in Empreendedorismo, Gestão 2.0, Gestão de mudanças, Gestão de pessoas, Inovação, Nova Economia | Etiquetado: , , , , , , , , , , | 1 Comment »

Não Existe Planejamento Perfeito

Posted by marcelao em fevereiro 7, 2009


Blog do Marcelão

↑ Grab this Headline Animator

Pessoal,

                 o título desse post é uma frase que eu enfatizo muito nas minhas palestras : “Não existe planejamento perfeito”. Escrevo aqui nesse espaço sobre essa frase porque ontem(06.02.2008), na capa do caderno de economia do jornal “O Globo”, foi feita matéria sobre alterações que estavam sendo feitas no pacote de estimulo a economia americana proposto pelo presidente americano, Barack Obama. Na reportagem, o presidente Obama diz :

                 – “A hora da discussão acabou. É hora de agir agora. Nenhum plano é perfeito. Houve mudanças construtivas nas últimas semanas. Gostaria de ver novas melhorias.”

                Perfeitas as palavras do presidente americano. Planos devem ser corrigidos quando identificamos erros ou aspectos que não consideramos inicialmente. Aliás, eu complemento a frase do título com outra : “No inicio de um projeto, podemos fazer tudo, mas não sabemos nada. No final de um projeto, sabemos tudo, mas não podemos fazer mais nada.”

Continue lendo »

Posted in Gestão 2.0, Gestão de Projetos, liderança, Planejamento Estratégico | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , | 26 Comments »

Flamengo : Evoluir para Reconquistar

Posted by marcelao em janeiro 28, 2009


Blog do Marcelão

↑ Grab this Headline

Pessoal,

                 é claro que muitos devem ter percebido que meu time de coração é o Flamengo, por essa razão é que não tenho tanta humildade, pois meu time não deixa(rsrsrs). Como todo torcedor, eu acompanho as notícias do meu time e ontem li uma notícia no portal Globo.com com o seguinte título : “‘Se Marcelinho não quer ficar, a porta da rua é serventia da casa’, diz dirigente”. Essa foi a frase de um dirigente do Flamengo dita após os empresários do jogador solicitarem uma reunião motivada por atrasos salariais e descumprimento de acordos sobre pagamento de luvas.

                  Essa frase mostra como nossos clubes de futebol estão sendo mal geridos, porque um dirigente fazer uma ameaça dessas sem estar cumprindo com o seu dever para com o jogador é porque muita coisa está errada na gestão do clube.

                  No Brasil, temos muitas áreas que ainda não entenderam a importância de profissionalizar a gestão de suas organizações. O futebol é uma delas. Mas, percebemos que muitas dessas áreas estão procurando as melhores práticas em busca da excelência na gestão e já visualizam uma luz no fim do túnel. A pergunta é : Há uma luz no fim do túnel para a gestão dos clubes brasileiros de futebol?

Continue lendo »

Posted in Empreendedorismo, Gestão 2.0, Gestão de mudanças, Inovação, liderança, Marketing | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , | 6 Comments »

 
%d blogueiros gostam disto: