Blog do Marcelão

Blog para debate sobre excelência na gestão.

Posts Tagged ‘Gary Hamel’

Gary Hamel e O Que Importa Agora

Posted by Marcelão em outubro 16, 2012


Pessoal,

com o advento da Internet, aconteceram mudanças radicais em vários campos do conhecimento como economia, politica, administração, … Desse modo, o que antes era verdade no século passado não vale mais para o século XXI. O modelo mental mais apropriado para os tempos de mudanças que vivemos é semelhante ao modelo da Internet onde clientes determinam o funcionamento da economia, ideias não seguem patentes, a capacidade conta mais do que cargos e credenciais, o comprometimento é voluntário, quase tudo é descentralizado e onde as decisões são tomadas entre os usuários.

Nesse sentido, recomendo a você o vídeo abaixo com a palestra do professor Gary Hamel sobre o que importa realmente agora em tempos de mudança de época:

Um abraço.

“I believe in change”

Twitter: @blogdomarcelao

Anúncios

Posted in Colaboração, Gestão 2.0, Gestão de pessoas, Gestão do Conhecimento, Inovação, liderança, Nova Economia | Etiquetado: , , , , , , , | 1 Comment »

Desafios da Gestão 2.0: Repacitar Mentes Gestoras

Posted by Marcelão em setembro 3, 2012


Pessoal,

um dos assuntos mais recorrentes aqui nesse espaço é discussão de um novo modelo de gestão para as empresas, um modelo mais adaptado para os novos rumos que a economia tomou com o advento das novas tecnologias, principalmente e notadamente a Internet. Esse é um dos assuntos pelo qual tenho grande interesse, porque considero que a inovação na gestão trará grandes benefícios para a sociedade como um todo.

Nesse sentido, acompanho muito o site “Management Innovation eXchange” desenvolvido pelo professor Gary Hamel, responsável pelo laboratório de inovação na gestão na London Business School e uma das maiores referências em se tratando de reinventar a gestão. O site é uma iniciativa baseada em colaboração para discutir cada um dos 25 desafios da gestão 2.0, apontados por Gary Hamel e uma brigada de renegados, que seriam necessários para se reinventar a gestão.

Dentre os 25 desafios, eu considero o desafio de recapacitar mentes gestoras como o mais importante. O foco do treinamento de gerentes sempre foi ajudar o lider a desenvolver um arsenal especifico de habilidades cognitivas: o uso do lado esquerdo do cérebro, o raciocínio dedutivo, a solução analítica de problemas e a engenharia de soluções. Segundo esse desafio, o gerente do século XXI precisará de novas habilidades. No site são apresentadas algumas dessas habilidades que precisarão ser desenvolvidas:

– Pensamento Reflexivo: Examinar questões de forma mais profunda, mais conceitual. É concentrar-se mais em descobrir os “porquês” do que descobrir os “Comos”. É concentrar-se inicialmente em descobrir quais as perguntas a serem respondidas para depois procurar as respostas. É estar disposto a prolongar o estado de dúvida como um estímulo para uma investigação perfeita, na qual nenhuma ideia se aceite, nenhuma crença se afirme positivamente, sem que se tenha descoberto as razões justificativas; Continue lendo »

Posted in Empreendedorismo, Gestão 2.0, Inovação, liderança, Nova Economia | Etiquetado: , , , , , , , | 1 Comment »

Gary Hamel na Globo News

Posted by Marcelão em agosto 9, 2012


Pessoal,

uma das minhas referências em gestão com certeza é o professor Gary Hamel da London Business School. Abaixo linkei o vídeo de sua entrevista a Globo News onde fala das principais forças atuantes na economia que exigem uma nova postura das empresas se quiserem continuar existindo no século atual.

“O problema não é o capitalismo, mas sim alguns capitalistas”

Um abraço.

“I Believe in Change”

Twitter: @blogdomarcelao

Posted in Colaboração, Gestão 2.0, Inovação, Nova Economia, Poder do consumidor | Etiquetado: , , , , , | Leave a Comment »

ExpoManagement 2010: O que eles disseram

Posted by Marcelão em novembro 30, 2010


Pessoal,

na última página da revista HSM Management, sempre vem a seção “O que eles dizem sobre “. Trata-se de um conjunto de frases sobre determinado assunto e que servem como insights para o nosso cotidiano. Acho a idéia excelente e sempre a utilizo para reunir aqui no blog algumas frases apresentadas pelos palestrantes nos eventos da HSM de que participo.

Seguem abaixo, algumas frases que capturei durante a ExpoManagement 2010 realizada entre os dias 08 e 10 de Novembro:

Jim Collins:

“Quanto maior o sucesso, mais aterrorizados ficam os executivos, porque o fracasso sempre pode bater a nossa porta”

“As empresas parecem saudáveis por fora, com uma imagem de robustez e crescimento, mas já tem dentro delas uma doença, que se detectada precocemente pode ser curada”

“Não dá para criar uma empresa duradora se tudo gira ao seu redor de líderes isolados que acreditam que toda a base do sucesso de uma organização se deve a ele.”

“O grande sucesso dos CEOs que lideraram empresas duradouras não se deve a boas intenções, personalidade ou carisma”

“O crescimento sem disciplina pode liquidar uma empresa. A questão não é como crescer, mas como crescer com disciplina”

“Se uma organização permite que o crescimento supere a capacidade de ter as pessoas corretas, nos cargos adequados, isto é um indício de que está a caminho do declínio. O problema não é o crescimento, mas ter gente suficiente para executar o crescimento de forma brilhante”

“Não existe um grande segredo para motivação. As pessoas certas nos lugares certos são auto-motivadas por natureza. O problema é como não destruir esta motivação”

“O maior erro na liderança é oferecer esperanças falsas que serão destruídas pelos fatos”

“90% dos presidentes das empresas que se mantiveram no sucesso vieram de dentro da própria companhia. A busca de “um salvador externo heróico” é uma medida indisciplinada.  Isto porque a grandeza não acontece da noite para o dia com um único evento”

“Ninguém consegue competir quando só o dinheiro é a medida do sucesso” Continue lendo »

Posted in Ética, Colaboração, Consumidor 2.0, Empreendedorismo, Frases Marcantes, Gestão 2.0, Gestão de mudanças, Gestão de pessoas, Gestão do Conhecimento, Inovação, liderança, Marketing, Nova Economia, Planejamento Estratégico, Poder do consumidor | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comment »

Em busca de Líderes Naturais

Posted by Marcelão em outubro 6, 2010


Pessoal,

tempos atrás, eu publiquei um post que comentava a iniciativa MIX – Management Inovattion Exchange. Iniciativa que era liderada pelo professor Gary Hamel e que tinha como objetivo criar um espaço de inovação aberta focada em práticas de gestão inovadoras ligadas aos 25 desafios da Gestão 2.0 criados pela chamada “Brigada de Renegados” liderada por ele(se quiser saber mais clique aqui). Desde então venho sempre acompanhando as iniciativas que são publicadas no site.

Recentemente, o professor Gary Hamel publicou um artigo muito interessante sobre empoderar(empowering) líderes naturais. Segundo o professor, nos próximos anos, qualquer líder que espera ter seguidores para liderar terá de examinar cuidadosamente as bases de sua própria autoridade. Por quê? Porque vivemos em um mundo onde a eficácia do poder do cargo ou da posição que você ocupa está diminuindo rapidamente, pelo menos fora das prisões.

Já escrevi isso anteriormente, a crise financeira pela qual o mundo passou em 2008 foi na verdade uma vingança da nova economia em cima da velha economia. Velha economia baseada em pressupostos de ganha-perde, de valorização do acionista acima de tudo e em detrimento de valores morais e éticos, focando no resultado financeiro acima tudo em detrimento de valorizar clientes e, principalmente, funcionários em primeiro lugar. Afinal de contas, sem eles não existe razão para uma empresa existir. Lembrando Peter Drucker: “Uma organização que visa o lucro é, não apenas falsa, mas também irrelevante. O lucro não é a causa da empresa, mas sua validação. Se quisermos saber o que é uma empresa, devemos partir de sua finalidade, que será encontrada fora da própria empresa. Essa finalidade é: CRIAR UM CLIENTE ” Continue lendo »

Posted in Colaboração, Gestão 2.0, Gestão de pessoas, Inovação, liderança, Nova Economia | Etiquetado: , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Gestão 2.0: 12 Características da Geração Facebook

Posted by Marcelão em setembro 21, 2010


Pessoal,

há algum tempo atrás, eu havia encontrado essa ótima coluna do professor Gary Hamel na sua coluna do Wall Street Jornal, mas meu amigo Jorge Carvalho acabou publicando-o antes no blog da HSM, mas acho que vale compartilhar ele aqui nesse espaço também, com a permissão do meu amigo. Portanto segue o texto abaixo e divirtam-se.

Na sua coluna do Wall Street Jornal, Gary Hamel coloca as 12 características relacionadas ao trabalho, que a geração que cresce se relacionando através de redes sociais online, o que ele chama de Geração F (Geração Facebook) irá exigir das organizações. Hamel está em uma cruzada para descobrir as práticas de gestão necessárias para esse novo mundo, mais democrático. Por aqui você encontrará diversos posts relacionados a esse assunto.

As 12 características dos nativos digitais, relacionadas ao trabalho:

1- Todas as ideias competem no mesmo patamar.

As ideias na web são seguidas e não impostas, ganham tração de acordo com o seu mérito e não por poderes políticos ou por serem patrocinadas.

2- Contribuição conta mais do que a credencial

Quando você coloca um vídeo no You Tube ninguém pergunta se você fez curso de cinema. Na web não importa sua posição, currículo ou título acadêmico, importa o conteúdo e criatividade.

3- Hierarquias são naturais, não impostas

Em um fórum de discussão aqueles que contribuem com as respostas mais resolutivas e inteligentes ganham mais respeito de seus colegas. A hierarquia nasce de baixo para cima. Continue lendo »

Posted in Colaboração, Gestão 2.0, Gestão de mudanças, Gestão de pessoas, Inovação, liderança | Etiquetado: , , , , , , , , , | Leave a Comment »

 
%d blogueiros gostam disto: