Blog do Marcelão

Blog para debate sobre excelência na gestão.

Posts Tagged ‘resumo dos episódios do aprendiz’

Aprendiz 5 – Comentários Episódios 13 e 14

Posted by marcelao em junho 20, 2008


Pessoal,

 

              dando prosseguimento a série de comentários sobre o aprendiz 5, vamos começar pelo episódio 13 que foi a tarefa de promover duas cidades do Rio de Janeiro como atrações turisticas.

              Podemos avaliar a prova sob o aspecto do desempenho da equipe e de cada individuo. Na questão individual, ficou evidente durante a prova um certo descontrole do Danilo quando enfrentou algumas adversidades. Enfrentar adversidades e imprevistos fazem parte do papel de qualquer gerente de projeto, até porque se eles não existissem não seria necessário um gerente para os projetos. Enquanto isso, O Henrique mostrou-se mais sereno frente as adversidades e mostrou mais uma vez a sua capacidade de aprender com os erros cometidos nos programas anteriores.

              Na equipe Foccos, quero destacar o desempenho do Clodoaldo no atendimento e no tratamento das pessoas que fizeram o tour turistico. Ele mostrou mais uma vez que sabe lidar com as pessoas com muito carinho e dedicação.

              Quanto ao desempenho das equipes, acho que o trunfo da vitória da equipe foccos foi que eles não se limitaram a apenas apresentar o local, mas também em criar um ambiente que tornasse as pessoas apaixonadas pelo local e quisessem voltar em outras ocasiões e até mesmo indicar o local para outras pessoas, algo que faltou na equipe Master que pensou mais na tarefa e não pensou no relacionamento a longo prazo com seus clientes.

              Na sala de reunião, acho que a vitória esteve nas mãos do Danilo e ele não soube aproveitar. Isso aconteceu quando o Roberto questionou a viabilidade do projeto do Henrique e o conflito que o projeto dele teria para com a sociedade. Ele claramente disse que o Henrique era um sonhador, o que não é errado ser, mas que ele não tinha os pés no chão. Essa era a chance do Danilo de mostrar que ele poderia ser visionário, mas com os pés no chão, mas ele cometeu o erro de dizer que se aposentará com 50 anos. Isso soou quase como uma ofensa para o Roberto que tem 53 anos e não mostra nenhum sinal de que quer parar. Aqui cabe um comentário pessoal : Com a expectativa de vida aumentando cada vez mais e com cada vez menos pessoas morrendo do que nascendo, as regras de aposentadoria serão mudadas mais cedo ou mais tarde, então engana-se quem acha que vai aposentar com 50 anos está enganado. Prepara-se sim para trabalhar por 50 anos.

              Quanto ao episódio 14, quando fiquei sabendo que a prova seria relacionada a promoção de vendas, ficou evidente que o Henrique teria grandes chances de vitória dessa vez, ainda mais quando recebeu como parceiro o Clodoaldo que tem perfil que complementa mais o Henrique do que os outros participantes. Dessa vez, o erro de não pensar em um relacionamento a longo prazo com o cliente foi cometido pela equipe Foccos ao não preparar um cadastro dos clientes para ações futuras de venda.

               Na sala de reunião, ficou evidente o estilo dos dois participantes de não se arriscarem muito e não apresentar agressividade e postura de vencedor. Não vou me alongar muito nesse comentário porque o Hugo decepcionou bastante ao desistir do programa. Muitos podem pensar que a atitude do Hugo foi a mesma que a Sandra e a Adriana, mas foram motivações completamente diferentes. Na minha opinião, a desculpa de que seria complicado conciliar a sociedade com o Roberto com as empresas que ele possui não é aceitável, principalmente porque ele levou 13 tarefas para chegar a essa conclusão.

               Agora restam Daniel, Clodoaldo e Henrique. Dos três acho o Daniel o que menos tem condições de ganhar o programa. Pode até ser que ele chegue a final, já que a próxima prova deve ser individual e as circunstâncias podem ajuda-lo o que levaria a um confronto prematuro entre Clodoaldo e Henrique. Henrique tem se mostrado um concorrente bastante polêmico e que sabe se defender e atacar muito bem nas salas de reunião. Acho que seria muito dificil vence-lo em um confronto direto na final devido ao seu forte poder de argumentação.

               Deixei o Clodoaldo por último porque o seu desempenho nas 3 últimas provas fez com que eu revisasse meus conceitos com relação a ele. Ele cresceu muito desde a prova em que exerceu a liderança e mostrou que tem muito carinho no trato com as pessoas. Tempos atrás, eu o consideraria uma zebra, na prova do restaurante japonês passei a considera-lo uma possível surpresa, hoje eu acho que a vitória dele é bastante viável.

Um abraço.                

Leia também os seguintes posts :

– Aprendiz 5 – comentários episódios 1 a 6 – > Clique aqui;

– Aprendiz 5 – comentários episódios 7 e 8 – > Clique aqui;

– Aprendiz 5 – comentários episódios 9 e 10 – > Clique aqui;

– Aprendiz 5 – Resumo dos 10 primeiros episódios – > Clique aqui;

– Aprendiz 5 – Comentários Episódios 11 e 12 – > Clique aqui para ler;

– Prosumer – Um caso prático – > Clique aqui;

Anúncios

Posted in O Aprendiz com Roberto Justus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , | 6 Comments »

Aprendiz 5 – Comentários Episódios 11 e 12

Posted by marcelao em junho 13, 2008


Pessoal,

 

              vou começar os comentários pelo episódio 12 e depois comentarei aquele que foi o episódio mais polêmico da história do Aprendiz, na minha opinião.

               Lembrando o que já escrevi em outros posts sobre o programa, essa é apenas uma opinião baseada no material apresentado no programa que representa apenas uma parte de tudo o que aconteceu, pois trata-se de um material editado. Não tenho nenhuma intenção de me considerar superior a nenhum dos aprendizes, até porque, nas situações em que eles vivem, eu poderia cometer os mesmos erros em maior ou menor intensidade. Só quem vivencia o ambiente é que pode tecer um comentário mais próximo e mais rico da realidade dos episódios. Por essa razão, já indiquei aqui o blog da Vivianne Ventura em que ela escreve, com muita propriedade, a sua opinião sobre o programa.

               O episódio apresentado hoje (12.06) teve dois objetivos : fazer um resumo do que foi o programa até agora e mostrar os bastidores do programa. No que diz respeito ao resumo, gostaria de elogiar a produção do programa pela homenagem feita a Adriana, em que foi apresentado o reencontro dela com sua família. Foi emocionante e muito bem produzido. Destaque para o suporte psicológico dado aos aprendizes.

               Com relação aos bastidores, podemos encarar toda a produção do programa como um projeto onde cada episódio constitui um sub-projeto. Existe uma preocupação com o cumprimento do cronograma e dos horários que fica sob a responsabilidade da coordenadora “Lica”. Você percebe facilmente que há uma clara definição das responsabilidades de cada membro da equipe de produção e uma clara preocupação em realizar todo o trabalho com muita qualidade.

               Pode-se perceber uma preocupação do Roberto em mostrar e esclarecer as maiores dúvidas do fãs da série, esclarecendo decisões polêmicas tomadas durante o programa, além de interagir com a população nas ruas de São Paulo.

               Agora, vamos comentar sobre o episódio 11. Antes de começar o episódio, eu havia previsto que a liderança das provas seria de responsabilidade da Maura e do Clodoaldo, uma vez que no post de resumo dos 10 primeiros episódios, eu levantei alguns dados e um deles apontava que os dois haviam liderado apenas uma prova até o décimo episódio.

               Depois de escolhidos os lideres, confesso que a minha expectativa era que a equipe Foccos perderia porque considerava o Clodoaldo o mais fraco entre os concorrentes. Fui positivamente surpreendido com sua liderança na prova, apesar de alguns erros, mas que foram pequenos devido ao resultado que ele alcançou como lider.

                Enquanto isso, a equipe Master parecia perdida na contratação da equipe e cometeram o erro de concentrar a maior parte dos recursos financeiros na contratação de uma equipe de qualidade para trabalhar no restaurante japonês, não sobrando muitos recursos para realizar uma propaganda, por exemplo. Foi uma estratégia arriscada e aí podemos lembrar de uma velha máxima do mercado de ações “Nunca coloque todos os biscoitos no mesmo pote”. O que aconteceu, todo mundo sabe. Na hora da tarefa, a equipe contratada, por terceiros, não apareceu o que comprometeu toda a tarefa da equipe Masters.

                Acho que as duas equipes cometeram o mesmo erro na montagem do planejamento que foi conhecer o restaurante japonês depois de realizar o planejamento. Uma das coisas mais importantes na montagem de um planejamento é ter o maior número possível de informações. Não me pareceu uma boa atitude levantar informações sobre o restaurante depois de planejar.

                No final da prova, venceu a estratégia mais abrangente da equipe Foccos, enquanto a equipe Masters perdeu por concentrar suas fichas em uma aposta e, assim mesmo, não tinha um plano de contingência. Existe uma diferença muito grande em assumir riscos e assumir perigos. A equipe Masters assumiu perigos e não riscos.

               Decidido o vencedor, tivemos a sala de reunião mais polêmica até hoje, na minha opinião. Começou com o Roberto perguntando qual o motivo do semblante que a Sandra apresentava que respondeu que era de Braveza e frustração. Isso já foi um aperitivo para a discussão que viria logo depois. Quanto a Maura, o que eu percebi que é a última sala de reunião mexeu muito com ela porque percebeu que a sua participação nela a levaria a ser demitida se não fosse a intervenção da Adriana. Então ela partiu para o ataque e teve na Sandra uma forte aliada o que levou a um embate claro entre as duas contra o Henrique.

                Como aconteceu em outras salas de reunião, o Henrique soube se defender muito bem dos ataques dos seus oponentes, mesmo quando apontado o erro no tratamento com o responsável pela contratação da equipe utilizando palavras de baixo calão. Nesse caso, a critica ao Henrique foi quanto a forma, mas concordo com a atitude. No lugar dele, eu faria a mesma coisa. Não posso afirmar que não usaria de termos agressivos, mas que reclamaria com veemência da atitude do responsável, eu reclamaria.

                A discussão foi muito tensa e até mesmo o Roberto ficou perdido quanto a decisão que teria que tomar, ainda mais com o empate dos votos dos conselheiros. Foi então que ele decidiu poupar a Sandra e concentrar sua decisão entre a Maura e o Henrique optando por manter o Henrique porque queria ver um pouco mais da “maluquice” dele, e demitindo a Maura.

               Foi aí que ocorreu a surpresa. A Sandra surpreendeu-se com a decisão e resolveu mostrar a sua insatisfação decidindo-se por acompanhar a Maura porque não concordava com a postura do Henrique. Nesse momento, o Roberto sentiu-se surpreso com a atitude dela porque a considerava uma forte candidata e a demitiu também.

               Muitas pessoas consideraram uma atitude não muito inteligente da Sandra. Eu não considero assim. Na minha opinião, não se trata de ela estar certo ou errada, trata-se de uma questão de principios. Aquele era o limite para a Sandra. Também a considerava uma forte concorrente junto com o Henrique e a Adriana, mas respeito a sua decisão porque cada um tem seus valores e seus principios e quem se mantém fiel a eles tem a minha admiração.

               Abaixo, segue quadro atualizado com os dados da participação dos concorrentes restantes.

  Tarefas Liderança Segunda parte da reunião
  Vitórias  Derrotas Vitórias  Derrotas
Henrique 6 5 2   5
Hugo 6 5 1 1 3
Danilo 8 3 1 1 3
Daniel 7 4 1 1 2
Clodoaldo 7 4 1 1 3

 

               Com a saída da Sandra e da Maura, o destaque positivo vai para o Danilo que passa a ser maior vencedor de tarefas até aqui, enquanto que o destaque negativo vai para o Henrique que é o maior derrotado em provas e em 100% dessas derrotas frequentou a segunda parte da sala de reunião. O que está a favor do Henrique é que ele consegue se defender muito bem na sala de reunião.

               Para o próximo programa, a pergunta é : Quem vai trabalhar com o Henrique? Não sei quem vai trabalhar, mas tenho quase certeza que o Roberto vai pedir um voluntário para trabalhar com o Henrique e esse voluntário vai demorar para sair.

Um abraço.

Leia também os seguintes posts :

– Aprendiz 5 – comentários episódios 1 a 6 – > Clique aqui;

– Aprendiz 5 – comentários episódios 7 e 8 – > Clique aqui;

– Aprendiz 5 – comentários episódios 9 e 10 – > Clique aqui;

– Aprendiz 5 – Resumo dos 10 primeiros episódios – > Clique aqui;

– Prosumer – Um caso prático – > Clique aqui;

Posted in O Aprendiz com Roberto Justus | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , | 1 Comment »

 
%d blogueiros gostam disto: