Blog do Marcelão

Blog para debate sobre excelência na gestão.

Posts Tagged ‘Kotler’

ExpoManagement 2010: O que eles disseram

Posted by Marcelão em novembro 30, 2010


Pessoal,

na última página da revista HSM Management, sempre vem a seção “O que eles dizem sobre “. Trata-se de um conjunto de frases sobre determinado assunto e que servem como insights para o nosso cotidiano. Acho a idéia excelente e sempre a utilizo para reunir aqui no blog algumas frases apresentadas pelos palestrantes nos eventos da HSM de que participo.

Seguem abaixo, algumas frases que capturei durante a ExpoManagement 2010 realizada entre os dias 08 e 10 de Novembro:

Jim Collins:

“Quanto maior o sucesso, mais aterrorizados ficam os executivos, porque o fracasso sempre pode bater a nossa porta”

“As empresas parecem saudáveis por fora, com uma imagem de robustez e crescimento, mas já tem dentro delas uma doença, que se detectada precocemente pode ser curada”

“Não dá para criar uma empresa duradora se tudo gira ao seu redor de líderes isolados que acreditam que toda a base do sucesso de uma organização se deve a ele.”

“O grande sucesso dos CEOs que lideraram empresas duradouras não se deve a boas intenções, personalidade ou carisma”

“O crescimento sem disciplina pode liquidar uma empresa. A questão não é como crescer, mas como crescer com disciplina”

“Se uma organização permite que o crescimento supere a capacidade de ter as pessoas corretas, nos cargos adequados, isto é um indício de que está a caminho do declínio. O problema não é o crescimento, mas ter gente suficiente para executar o crescimento de forma brilhante”

“Não existe um grande segredo para motivação. As pessoas certas nos lugares certos são auto-motivadas por natureza. O problema é como não destruir esta motivação”

“O maior erro na liderança é oferecer esperanças falsas que serão destruídas pelos fatos”

“90% dos presidentes das empresas que se mantiveram no sucesso vieram de dentro da própria companhia. A busca de “um salvador externo heróico” é uma medida indisciplinada.  Isto porque a grandeza não acontece da noite para o dia com um único evento”

“Ninguém consegue competir quando só o dinheiro é a medida do sucesso” Continue lendo »

Posted in Ética, Colaboração, Consumidor 2.0, Empreendedorismo, Frases Marcantes, Gestão 2.0, Gestão de mudanças, Gestão de pessoas, Gestão do Conhecimento, Inovação, liderança, Marketing, Nova Economia, Planejamento Estratégico, Poder do consumidor | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comment »

BenchMarking – Introdução do conceito

Posted by Marcelão em junho 17, 2008


Pessoal,

              o objetivo do post é apresentar o conceito de benchmark, pois será um conceito utilizado nos dois próximos posts desse blog que tratarão do modelo de gestão inovador do Google e definição de indicadores.

              Segundo Kotler, Benchmark ou Benchmarking é estudar as empresas com as melhores práticas, a fim de melhorar o próprio desempenho.

              Já a FNQ conceitua Benchmarking como sendo um processo de comparação dos indicadores de desempenho da empresa com padrões de excelência de outras empresas.

             Os dois conceitos convergem quanto ao objetivo de aprimoramento organizacional como um processo sistemático para avaliar produtos, serviços e métodos de trabalho de organizações reconhecidas como realizadoras das melhores práticas. O Benchmarking é uma importante ferramenta de diagnóstico que fornece informações importantes para o processo de aprendizagem empresarial extraindo benefícios do trabalho intelectual desenvolvido pelo mercado.

             No entanto, benchmarking não é simplesmente “Copiar e colar” as melhores práticas de outras empresas. É preciso entender o contexto envolvido na aplicação daquela prática alvo do benchmarking na empresa detentora da melhor prática que envolve entender a cultura da empresa, as razões que levaram a adoção da prática, as competências envolvidas, etc.

             O benchmarking pode ser feito entre empresas de diferentes setores. Esse tipo de benchmarking chamamos de benchmarking funcional. Por exemplo, uma empresa do ramo bancário que precisa melhorar a sua logistica pode fazer um benchmarking com o Wall-Mart que é referência quando o assunto é logistica. Para isso será necessário abstrair e concentrar-se na essência do processo, fazendo analogias e adaptando os processos ao contexto da organização.

             Como escrevi no primeiro parágrafo, o objetivo desse post era apresentar o conceito de benchmarking visando os dois próximos posts. Como vocês já devem ter reparado, sou um critico contumaz dos modelos de gestão baseados no patrulhamento e forte hierarquia, características dos modelos de administração de empresas da revolução industrial. Diante disso, o próximo post abordará os conceitos do modelo de gestão do Google como benchmarking dos modelos de gestão do século XXI, era da revolução do conhecimento.

Até lá e um abraço.

Leia também os seguintes posts :

 Livro : O futuro da Administração – > Clique aqui para ler;

Livro : O lider do Futuro – > Clique aqui para ler;

Definição de indicadores – > Clique aqui para ler;

Processo Decisório – > Clique aqui para ler;

Importância do aprendizado contínuo – > Clique aqui para ler;

Miopia Gerencial – > Clique aqui para ler;

Modelos de gestão – Necessidade de evolução – > Clique aqui para ler;

Posted in Gestão 2.0, Gestão do Conhecimento, Inovação | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comments »

 
%d blogueiros gostam disto: