Blog do Marcelão

Blog para debate sobre excelência na gestão.

Posts Tagged ‘inteligência competitiva’

Minha entrevista para o portal HSM

Posted by Marcelão em novembro 13, 2010


Pessoal,

nos últimos dias participei do maior evento sobre gestão empresarial da América Latina, quiça do mundo, que é a Expomanagement organizado pelo grupo HSM. Essa é a minha segunda participação, sendo que a primeira foi no ano passado – época da crise, e o evento estava completamente lotado, pois, segundo me passaram, mais de 26 mil pessoas passaram pelo Transamérica Expocenter nos três dias do evento.

Durante o evento, fui entrevistado pelo portal HSM sobre a minha visão em relação aos modelos de gestão existentes nas empresas atualmente. Segue abaixo o vídeo:

Aproveito para agradecer ao Daniel Damelio, responsável pelo portal da HSM, pela oportunidade de conceder essa entrevista e poder compartilhar minhas idéias.

Um abraço.

“Keep the Faith”

twitter: @blogdomarcelao

Anúncios

Posted in Colaboração, Gestão 2.0, Gestão de mudanças, Gestão de pessoas, Gestão de Projetos, Inovação, liderança, Nova Economia, Planejamento Estratégico | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , | 2 Comments »

Livro : O lider do futuro (John Naisbitt)

Posted by Marcelão em fevereiro 12, 2008


Pessoal,

              nesse espaço vou escrever sobre os livros que já li e que recomendo a todos.

O lider do futuro

       O autor do livro é John Naisbitt que é o mesmo autor do livro Megatendências.

        O livro apresenta 11 conceitos essenciais para ter clareza num mundo confuso e se antecipar às novas tendências. 11 conceitos que o autor chama de modelos mentais. A idéia do livro é propor ao leitor uma revisão dos seus modelos mentais, sobre como enxergamos o mundo, como avaliamos as informações que nos são passadas. Para o autor, a diferença não está naquilo que você aprende, mas sim na forma como você pensa sobre a informação que você recebe. As pessoas criam, de forma inconciente, certas regras para disciplinar suas mentes e filtrar as informações. Comparamos e medimos as informações que recebemos com base na nossa própria experiência, usando nossos valores e nossos modelos mentais. O conjunto de valores, idéias preconcebidas e condicionamentos que temos é que induz nossos julgamentos em quase todas as áreas.

Abaixo um breve resumo de cada 4 dos 11 conceitos para servir de atrativo para que você compre o livro :

         1 – Embora muitas coisas mudem, a maioria delas permanece constante : Mesmo que apareçam celulares com televisões embutidas ou geladeiras que se abram ao detectar o ronco do seu estômago, o que mudou foi a forma como fazemos as coisas. O lar, a família e o trabalho é que são as grandes constantes.

         2 – O futuro está embutido no presente : Se focalizarmos o futuro muito distante, podemos tropeçar no que está bem a nossa frente. O futuro não é pouco mais do que extensão das coisas como elas se apresentam no momento presente. Isso quer dizer que encontramos as sementes do futuro no solo, e não na imensidão do céu. Deve-se ter cuidado que as árvores sozinhas não fornecem uma visão do futuro. Se você quiser identificar os eventos que estabelecem precedentes no mundo, terá que monitorá-los a distância. Se não mantiver esse afastamento, os modismos poderão bloquear sua visão com a maior facilidade.

         3 – Concentre-se no placar do jogo – Nesse conceito é feita uma analogia com o esporte. Uma vez eu ouvi um comentarista desses programas de debate/Mesa redonda a  seguinte frase : “Não existe placar injusto”, ou seja, por mais que o time tenha mandado 5 bolas na trave, que o goleiro adversário tenha sido o nome do jogo, o que manda no final é o placar final do jogo. Esse conceito diz respeito a você gerenciar sua empresa baseada em fatos, além de não se deixar levar pela obrigação de estar sempre certo o que pode levar a um abismo entre palavras e fatos que aumentam quando o orgulho pessoal está envolvido. Outro erro cometido é trabalhar com a premissa que “A maioria tem razão”. Não é que a maioria tem razão, a maioria decide o que fazer. Nesse caso, é importante fazer o que foi decidido, mas não esquecer que a minoria expressou durante o processo de discussão.

         4 – Compreenda o poder que há em não precisar estar certo – Começa com uma história sobre um inicio não muito promissor de um jovem estudante de fisica, pois sua dissertação fora rejeitada. O professor lhe disse : “Você é muito inteligente, mas tem um enorme defeito : nunca ouve ninguém.”  Esse jovem foi o único entre os quatro graduados de sua turma que não conseguiu emprego na área acadêmica. Mesmo assim, não perdeu a autoconfiança. “Viva a insolência! Ela é meu anjo da guarda neste mundo.” Após um breve período, por fim ele foi contratado como examinador de patentes em Berna. Seu nome : Albert Einstein. A obrigação de estar certo tolhe a mente, ela te coloca num caminho cercado.

   Recomendo a leitura do livro para quem deseja acompanhar as mudanças que ocorrem no mundo e tornar flexível o suficiente para compreende-las e tirar vantagens delas.

Um abraço.

P.S : Leia o resumo de outros livros que recomendo nesse LINK.

Leia também os seguintes posts :

– Google – Modelo de inovação na Gestão – > Clique aqui;

– Mudança de época requer mudança de pensamento – > Clique aqui;

– Inovação – O poder da colaboração – > Clique aqui;

– Nova economia exige um novo perfil de profissional – > Clique aqui;

– Modelos de gestão – necessidade de evolução – > Clique aqui;

Posted in liderança, Livros recomendados | Etiquetado: , , , , , , , , , | 12 Comments »

 
%d blogueiros gostam disto: