Blog do Marcelão

Blog para debate sobre excelência na gestão.

5a Jornada de Tecnologia e Gestão do Banco do Brasil – parte IV

Posted by marcelao em dezembro 18, 2010


Pessoal,

seguindo a programação, hoje publico o resumo das palestras realizadas no dia 24/11 no evento organizado pela Diretoria de Tecnologia do Banco do Brasil durante a semana de 22 a 26 de novembro que foi a “Jornada de Tecnologia e Gestão – Conectando as pessoas através do diálogo”.

Hoje teremos o resumo do painel “Redes Sociais no Ambiente de Trabalho” e a palestra “Design Thinking”.

Painel “Redes Sociais no ambiente de trabalho”

Certo dia, Washington, um funcionário da IBM, trocou o celular e resolveu divulgar seu número para os colegas. Pouco cuidadoso, Washington pegou o mailing de funcionários e enviou uma mensagem de e-mail com seu novo número para 15 mil pessoas. Detalhe: ele esqueceu de incluir os nomes no campo cópia oculta. Pouco tempo depois, inúmeras respostas começaram a aparecer no e-mail de todos, sempre com a mesma pergunta: quem é o Washington? Ainda no mesmo dia, a pergunta virou tema de uma comunidade no orkut.

O caso acima foi citado na palestra de Mauro Segura, diretor de marketing e comunicação da IBM Brasil, que participou do painel “Redes sociais no ambiente de trabalhho”. Mauro também falou sobre o potencial de inovação que as redes sociais despertam e citou investimentos realizados pela IBM em 2006: US$ 100 milhões em 10 ideias sugeridas por seus funcionários e parceiros negociais. Na IBM qualquer funcionário pode ter seu próprio blog e falar em nome da empresa, opção feita por 80 mil deles no mundo. Além disso, todos os 380 mil funcionários utilizam wiki como ferramenta de colaboração e fomento a inovação.

Mauro apresentou as 10 razões para se adotar redes sociais dentro das empresas :

– Acesso rápido e fácil ao conhecimento : Com as ferramentas atualmente existentes, é muito fácil criar um ambiente onde as pessoas possam discutir, apresentar suas idéias e registra-las para outras pessoas consultarem;

– O Ser humano adora redes sociais : Especialmente os brasileiros, uma vez que mais de 80% dos brasileiros, que se conectam a Internet, participam de algum tipo de rede social. Brasileiro gosta de conversar;

– A inovação aparece : O ambiente das redes sociais facilita o surgimento da diversidade de perspectivas e opiniões, condição essencial para surgimento da inovação;

– Quebra da barreira geográfica : Você pode conversar com qualquer pessoa independente da localização geográfica em que ela esteja;

– Quebra da Barreira Hierarquica : Talvez seja esse o maior temor de quem está no comando das empresas. Não existem escadinhas que deve ser escaladas para que as informações e as opiniões cheguem ao alto escalão da empresa. Isso é irreversível e incontrolável;

– Comunicação direta sem intermediários : Comunicação sem filtros. Não existe mais aquela de que “Quem conta um conto aumenta um ponto”;

– Identidade pessoal : Nas redes sociais, você tem a oportunidade de mostrar quem você é. Você pode expressar suas opiniões e suas crenças;

– Referências : É uma oportunidade de criar um grande conjunto de referências para posteriores consultas;

– Política de portas abertas : Deixe a comunicação fluir livremente e você se surpreenderá com a capacidade de criar coletivamente de seus funcionários;

– Tecnologia simples e fácil : Não é preciso ser um expert em tecnologia ou em construção de sites para você montar sua rede social. Existem ferramentas que auxiliam qualquer pessoa na criação de um blog, por exemplo.

O painel sobre redes sociais também contou com a participação de Raquel Costa, diretora de Projetos Digitais da Digital Happenings. Raquel citou um estudo que comprova que em uma rede, não necessariamente digital, um amigo aumenta em 25% as chances de felicidade de seu colega se ele também estiver feliz. Ou seja, aproveite que amanhã é sexta-feira e irradie felicidade para seus colegas de baia.

Quando o assunto é segurança, na visão da Raquel, o maior importante é educar as pessoas em como se comportar dentro desse ambiente aberto, pois é impossível controlar o acesso dos funcionários as redes sociais, uma vez que cresce cada vez mais a compra de smartphones que permitem o acesso as redes sociais sem a necessidade de passar pela rede da empresa.

Além disso, segundo Raquel, as redes sociais são importantes para criar uma marca pessoal, até mesmo uma marca de liderança onde as pessoas podem compartilhar valores e visões de mundo que podem encontrar pessoas que estão alinhadas a essas visões. No caso das lideranças das empresas, pode ser um importante fator para criar significado nas empresas para seus funcionários, aumentando assim o engajamento e a identificação com a empresa. Afinal de contas, liderança é como lidamos com o capital social e organizacional presente nas empresas.

O importante e ter coragem e mostrar a cara. E já que não existe nenhuma receita mágica capaz de determinar o sucesso nas redes sociais, uma boa saída é usar ao menos estes quatro ingredientes: presença, atitude, consistência e transparência.

Palestra “Design Thinking”

O painel “Design Thinking” foi conduzido por Tennyson Pinheiro, sócio diretor da Live|Work Brasil e especialista em design de serviço. O trabalho do designer nada tem a ver com artesanato ou invenção aleatória, lembra Tenysson. É preciso compreender o que são as necessidades da empresa e de seus clientes para que a criatividade dê origem a uma boa solução.

Para Tennyson a inovação não tem ligação direta com a quantidade de dinheiro investida em um projeto ou com a tecnologia por ele utilizada. Segundo o executivo, inovar depende muito mais da empatia, ou seja, da preocupação em entender o que querem as pessoas e ajudá-las. “Deve-se buscar no ser humano a razão de existência de qualquer projeto”, defendeu. “Inovação é valor percebido, é o significado que as pessoas dão para um produto ou serviço. Inventar é converter dinheiro em idéias, mas inovar é converter idéias em dinheiro”.

O palestrante fez um resgate histórico das grandes transformações anteriores (revolução agrícola, industrial e da informação) que a sociedade atravessou e apresenta a nova era, que ele chamou de Era Conceitual. Deixamos de ser uma sociedade de agricultores, formamos uma sociedade de operários de fábrica e passamos a ser uma sociedade de trabalhadores do conhecimento. A era conceitual é mais um passo que nos transformará em uma sociedade de pessoas criativas e empáticas, leitoras de padrões e produtoras de sentido, onde os principais personagens serão a figura do criador e do empático, cuja aptidão peculiar é o domínio da atividade cerebral do lado direito do cérebro.

O palestrante citou dois conceitos ao design apresentados pelo autor de livros Daniel Pink em seu livro “O Cérebro do Futuro” :

–  High Concept – > Capacidade de criar beleza artistica e emocional, de perceber padrões e oportunidades, de conceber narrativas interessantes e de combinar idéias aparentemente desconexas para criar algo novo;

– High Touch – > Capacidade de criar laços de empatia, de compreender as sutilezas das interações humanas, de encontrar alegria interior e suscitá-la nos outros e de enxergar além da superfície na busca de propósito e de sentido;

Pensar em  Design é ter consciência que Já não basta mais ser funcional, é preciso que produtos, serviços, experiências ou estilos de vida sejam pessoalmente gratificantes e que despertem emoções especiais. Pensar em Design exigirá que você saiba juntar as partes para compor uma sinfonia, sendo que a grande demanda não será por análise e sim pela síntese, ou seja, pela capacidade de ver o conjunto e a combinação de partes desconexas num todo inovador.  Em um mundo dominado pela automação, fará diferença o individuo que saberá compreender o comportamento de seus semelhantes, de estabelecer relacionamentos e de se preocupar com as pessoas.

Amanhã teremos o resumo das palestras “Gestão e Inovação – Ontem, hoje e sempre” e “A Magia da Gestão”.

Um abraço.

“Keep the Faith”

Twitter: @blogdomarcelao

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: