Blog do Marcelão

Blog para debate sobre excelência na gestão.

Digital Age – Minhas impressões

Posted by marcelao em agosto 30, 2009


Blog do Marcelão

↑ Grab this Headline

Pessoal,

estive essa semana em São Paulo para participar do evento Digital Age 2.0, que foi organizado pelo IDG!NOW. Esse post tem o objetivo de compartilhar com vocês as minhas impressões sobre o evento.

Se eu tivesse que resumir esse evento em uma expressão, ela seria : O poder está com as pessoas e não mais com as empresas. Isso confirma várias das minhas impressões que já havia registrado aqui no blog (confira aqui). As pessoas estão no poder, seja como consumidoras, seja como funcionários. Como disse Tony Hsieh(mais detalhes aqui), CEO da Zappos, as pessoas criaram uma via de mão dupla ao se apossarem da Web.

As pessoas, com o advento da Internet, passaram a ser mais questionadoras e a exigir mais transparência nas relações que elas realizam no cotidiano. Questionamento esse que as leva a querer se relacionar mais com pessoas do que com as empresas. Vivemos em uma era em que a padronização, caracterizada principalmente pelo atendimento dos Help-Desks, acabou. O consumidor exige maior personalização dos produtos e maior transparência nos relacionamentos. Tony Hsieh afirmou categoricamente : “Seja verdadeiro e transparente e você não terá nada a temer”.

No evento, o Twitter teve destaque na palestra de David Moore, presidente da Real Media, onde ele mostrou o crescimento de 1382% do Twitter entre janeiro e fevereiro de 2009. Número que tende a crescer ainda mais no Brasil, uma vez que apenas 3% dos celulares no Brasil são smartphones, mas que deve crescer muito nos próximos 30 meses.

Diante de toda essa revolução proporcionada pela Internet, as empresas terão que se reinventar. Como disse Rosana Herman, jornalista e blogueira, “As empresas estão nuas na Internet e sem photoshop”.Será preciso resgatar o básico e entender que as empresas são feitas de pessoas e pessoas gostam de se relacionar com pessoas e não com empresas.

Na minha opinião, uma das medidas para resgatar o básico seria a adoção imediata de redes sociais dentro das empresas. Opinião essa que conferiu com a apresentação feita pelo consultor da IBM, Mauro Segura, mas que debaterei no próximo post. A adoção de redes sociais teria o efeito de aproximar todos os níveis dentro das empresas. Assim resgataríamos um pouco o clima da primeira onda de Tofler, revolução agrícola, em que o dono da fazenda (no caso a alta administração das empresas) teria contato com todo o processo de trabalho e sua realidade, além de ter o feedback sem filtros de consumidores e funcionários.

As empresas terão que reinventar seu modelo de relacionamento com seus consumidores, pois o modelo atual foi concebido em tempos de escassez e não está preparado para os tempos de abundância atual 0nde a atenção do consumidor está dispersa e o seu tempo de atenção é que passa a ser escasso. Além disso, o consumidor quer deixar de ser um ator passivo nessa relação e participar mais desse processo. É a consolidação cada vez mais forte daquilo que o pensador Alvin Tofler chamou de PROSUMERS.

Nesse universo, talvez o mercado mais afetado seja o jornalismo. Todas as pessoas, com acesso a Internet, podem produzir conteúdo e ter mais confiabilidade do que os veículos de comunicação, uma vez que, lembrando as cinco forças competitivas de Michael Porter, não existem mais barreiras para novos entrantes nesse mercado. Antes, para você publicar um jornal e, consequentemente, uma notícia, era preciso um grande investimento para, por exemplo, construir uma gráfica. Esse investimento já não é tão necessário, pois basta você criar um blog e divulgar o que você acha importante e a sua audiência é que vai determinar se o que você publica é relevante ou não. Resumindo, e usando uma frase do jornalista Caio Túlio Costa, o fluxo de informação deixou de ser unilateral e passou a ser multilateral.

Com relação ao momento mais esperado do evento, a participação do co-fundador do Youtube, Chad Hurley, confesso que fiquei decepcionado. Esperava muito mais. A culpa não foi do Chad Hurley, mas sim do formato adotado pela organização do evento em realizar uma entrevista, que parecia muito mais voltado para divulgação em uma revista, do que uma interação com a platéia. Isso porque pediram antes para mandar as perguntas via Twitter. Esse formato deixou o Chad Hurley engessado dentro dele, quando o ideal, na minha opinião, seria deixa-lo a vontade para falar e depois fazer uma entrevista com ele só com perguntas da platéia.

Para fechar, vale relembrar alguns números que constam no vídeo “Socialnomics” que postei anteriormente (clique aqui para acessar) :

– 25% dos resultados de busca relacionados a grandes marcas são referentes a conteúdos gerados por clientes e 34% dos blogueiros postam opiniões sobre marcas e produtos;

–  78% dos consumidores confiam mais em indicações de outras pessoas e somente 14% confiam em propaganda;

Vivemo tempos socialmente digitais

Um abraço.

“Keep the faith”

Bookmark and Share

Leia também os seguintes posts :

– O papel das empresas – Parte II – A lição Tony Stark – > Clique aqui para ler;

– O papel das empresas – Parte I – > Clique aqui para ler;

– Vida digital em um planeta inteligente – > Clique aqui para ler;

– Paulo Freire e o líder como educador – > Clique aqui para ler;

– Identifique um agente da inovação e da mudança – > Clique aqui para ler;

– Estratégia : 10 tendências a monitorar – > Clique aqui para ler;

– A dor e o valor de fazer escolhas difíceis – > Clique aqui para ler;

– Gestão 2.0 : Por quê lideres criativos são tão raros? – > Clique aqui para ler;

– Vídeo : Socialnomics – > clique aqui para ler;

– Tendências da TI : Kevin Kelly e a Web 3.0- > Clique aqui para ler;

– Tendências da TI : Busca em tempo real – > clique aqui para ler;

– Tendências da TI : Vídeo sobre mashups – > Clique aqui para ler;

– Tendências da TI : TI anything – > Clique aqui para ler;

– Tendências da TI : Anytime, Anywhere e Anything – > Clique aqui para ler;

– Vídeo : Evan Willians co-fundador do Twitter – > Clique aqui para ler;

– Vídeo : O futuro da web segundo seu criador – > Clique aqui para ler;>

Anúncios

17 Respostas to “Digital Age – Minhas impressões”

  1. […] sobre Espi…Andrea em Vida digital em um planeta…Marcos Roberto em Sobre o autorDigital Age – … em Vídeo : Evan Williams co-funda…Digital Age – … em A […]

  2. […] – Digital Age – Minhas impressões – > Clique aqui para ler; […]

  3. […] – Digital Age – Minhas impressões – > Clique aqui para ler; […]

  4. […]  – Digital Age – Minhas impressões – > Clique aqui para ler; […]

  5. […]  – Digital Age – Minhas impressões – > Clique aqui para ler; […]

  6. […]  – Digital Age – Minhas impressões – > Clique aqui para ler; […]

  7. […]  – Digital Age – Minhas impressões – > Clique aqui para ler; […]

  8. […]  – Digital Age – Minhas impressões – > Clique aqui para ler; […]

  9. […] Comentários ExpoManagement 2009 … em Recuse certos “pres…ExpoManagement 2009 … em Vídeos : Visão da Nokia para o…ExpoManagement 2009 … em O ponto de partida e de c…Guilherme em Livro : Qual é a tua obra…O ponto de partida e… em Digital Age – Minhas… […]

  10. […]  – Digital Age – Minhas impressões – > Clique aqui para ler; […]

  11. […]  – Digital Age – Minhas impressões – > Clique aqui para ler; […]

  12. […]  – Digital Age – Minhas impressões – > Clique aqui para ler; […]

  13. […]  – Digital Age – Minhas impressões – > Clique aqui para ler; […]

  14. […]  – Digital Age – Minhas impressões – > Clique aqui para ler; […]

  15. […]  – Digital Age – Minhas impressões – > Clique aqui para ler; […]

  16. […]  – Digital Age – Minhas impressões – > Clique aqui para ler; […]

  17. […]  – Digital Age – Minhas impressões – > Clique aqui para ler; […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: