Blog do Marcelão

Blog para debate sobre excelência na gestão.

Projetos de TI : Números preocupantes

Posted by marcelao em junho 23, 2009


Blog do Marcelão

↑ Grab this Headline Animator

Pessoal,

                 tive acesso, via Silvio meira no Twitter (@srlm), ao último relatório Chaos Report do Standish Groups. Para quem não conhece, o relatório apresenta a taxa de sucesso dos projetos de TI considerando 8000 projetos desenvolvidos por 300 empresas americanas, sendo que ele foi criado em 1994.

                 Esse último relatório apresentou dados alarmantes e mostra um retrocesso na taxa de sucesso dos projetos de desenvolvimento de software. Veja tabela após o jump :

1994 1996 1998 2000 2004 2006 2009
31,10% 40,00% 28,00% 23,00% 18% 19% 24,00%
52,70% 33,00% 46,00% 49,00% 53% 46% 44,00%
16,20% 27,00% 26,00% 28,00% 29% 35% 32,00%

Primeira linha – > % Projetos cancelados;

Segunda linha – > % Projetos entregues com variação em termos de prazo, custo ou qualidade;

Terceira linha – > %Projetos entregues dentro de prazo, custo e qualidade esperados;

                  Em 1994, as empresas americanas investiram 250 bilhões de dólares em 175.000 projetos de desenvolvimento de software. Baseado nessa pesquisa, estima-se que as empresas americanas desperdiçaram 81 bilhões de dólares em projetos que foram cancelados e mais 59 bilhões de dólares em projetos que foram entregues, mas não cumpriram pelo menos um dos requisitos referentes a tempo, custo e qualidade.

                   De 1994 até 2006, houve uma melhora significativa na taxa de sucesso de projetos de desenvolvimento de software, aumentando essa taxa em mais de 50% (de 16,1% para 35%). Segundo o lider da pesquisa, Jim Johnson, havia três razões para essa melhoria : melhor gerenciamento dos projetos, desenvolvimento iterativo e a infra-estrutura da web disponível. Essa percepção é referendada se observarmos que os 3 maiores fatores críticos de sucesso desses projetos foram :

                   – Suporte executivo – Patrocínio de projetos influencia no processo e no progresso dos projetos, principalmente, em empresas com estruturas funcionais ou matriciais fracas;

                   – Envolvimento dos usuários – Tradicionalmente, há uma distância muito grande entre a área de Ti e as áreas de negócio. Quando essa distância deixa de existir, a taxa de sucesso aumenta;

                   – Gerentes de projetos experientes – 97% dos projetos, que foram concluídos com sucesso, tinham gerentes de projetos experientes;

                   Ocorre que em 2009 houve uma queda na taxa de sucesso de projetos (de 35% para 32%) e aumento na taxa de falhas dos projetos (de 19% para 24%). É a primeira vez que há uma queda significativa na taxa de sucesso de projetos.

                   Ainda é cedo para maiores conclusões, mas é preocupante devido aos altos investimentos envolvidos. Na minha opinião, houve uma valorização muito grande da parte “Hard” de gestão de projetos que é mais focada na documentação e no registro formal do projeto, ou seja, no lado técnico da gestão de projetos. Esse foco inicial já esgotou a sua capacidade de aumentar a taxa de sucesso de projetos e, por essa razão, é preciso um novo salto.

                    Esse salto deve vir do investimento no desenvolvimento de competências não técnicas (Soft Skills) dos lideres de projetos como liderança, negociação, comunicação, estratégia e gestão de conflitos. Tal necessidade aumenta ainda mais se considerarmos que, com o aumento da tendência de adquirir tecnologia como serviço, o papel da área de tecnologia deve sofrer grandes mudanças, deixando de ter um papel reativo, que só atua sob demanda, e passe a ter um papel mais ativo na definição dos modelos de negócios da nova economia.

                    Muito se fala que as áreas de TI devem estar alinhadas as áreas de negócio. Na minha opinião, é preciso muito mais do que isso, é preciso que a TI esteja dentro do negócio, que ela seja O NEGÓCIO, participando das definições como consultora de alternativas de soluções tecnológicas e atuando ativamente na definição das estratégias do negócio.

Um abraço.

Bookmark and Share

Leia também os seguintes posts :
 
– Vídeo : O futuro da web segundo seu criador – > Clique aqui para ler;

– Livro : A grande mudança, de Thomas Edison ao Google – > Clique aqui para ler;

– Correios, Google Trends e o fim do e-mail com o Google Wave – > Clique aqui para ler;

– Semelhanças entre TI e a torre de babel – > Clique aqui para ler;

– TI é serviço e não produto – > Clique aqui para ler;

– Tendências da tecnologia da informação : 2009 – O ano do cloud computing? – > Clique aqui para ler;

– Tendências da Tecnologia da Informação : Interface em qualquer lugar – > Clique aqui para ler;

– Tendências da tecnologia da informação : Video com Silvio Meira – > Clique aqui para ler;

– Mercado de Ti : Tendência de consolidação – > Clique aqui para ler;

– Tendências da Tecnologia da Informação – > Clique aqui para ler;

– É o fim do analista de TI – > Clique aqui para ler;

– Tendências da TI : Consolidação do mercado, cloud computing, TI verde e virtualização – > Clique aqui para ler;

Anúncios

2 Respostas to “Projetos de TI : Números preocupantes”

  1. […] confirmar minha afirmação, estão aí os números do Standish Groups (veja mais detalhes aqui) sobre causas de fracasso em projetos de TI que apontam que 35,2% dos projetos falham devido a essa […]

  2. […] consequência e a parte mais visível do problema. Segundo o Standish groups(se quiser saber mais, clique aqui para acessar), em projetos de TI, as causas mais frequentes de atraso na condução do projeto referem-se […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: