Blog do Marcelão

Blog para debate sobre excelência na gestão.

Palestra : Planejamento estratégico pessoal

Posted by marcelao em maio 8, 2009


Blog do Marcelão

↑ Grab this Headline Animator

Pessoal,

                no último congresso de gestão de projetos organizado pelo PMI-DF( Acesse o site do evento aqui), tive a oportunidade de apresentar uma palestra  com o título “Planejamento estratégico pessoal – Aplicando gestão de projetos a sua vida”.  Abaixo, segue a apresentação disponível no slideshare e um resumo de minha palestra :.

                O tempo que eu tinha para apresentar o conteúdo era de 45 minutos, então eu a dividi em três tópicos :

  • Porquê devemos ter um planejamento estratégico pessoal;
  • A metodologia que utilizei;
  • Ações e resultados do planejamento que desenvolvi;

                 Antes de entrar no conteúdo da palestra, eu apresentei os livros que utilizei como referência para desenvolver o meu planejamento estratégico. Os livros utilizados foram de autores como Mario Sergio Cortela, Robert Wong, Peter Drucker, John Naisbit, Don Tapscott, Gary Hammel. Todos esses livros possuem resumo nesse blog(clique aqui para acessar)

                 Iniciei por apresentar o porquê de nós precisarmos de um planejamento estratégico é que todos nós devemos buscar nossas motivações para realizarmos nossas ações, todos nós precisamos buscar um significado para que queremos realizar em nossas vidas. Com essa idéia mente, apresentei o video abaixo :

                 O vídeo é uma metáfora para falarmos sobre os atuais tempos de competitividade, pois mesmo o animal mais rápido do mundo pode ser superado, se ele não procurar evoluir. No caso, podemos imaginar o leopardo como uma empresa, que achava que tinha todo o controle da situação, porque era mais rápido que todos. Ocorre que alguém o superou e ele ficou sem sua caça. O mesmo raciocínio pode ser aplicado as nossas vidas. Temos que estar sempre atentos as mudanças no ambiente se quisermos continuarmos competitivos no atual cenário. Mas para atingirmos esse objetivo, nós temos que ter planejamento.

                 Atualmente, muitas pessoas comentam que estamos passando por uma época de mudanças, mas, na verdade, nós estamos passando por uma mudança de época como ilustra o sexto slide. Estamos na terceira onda, a onda da revolução da informação e do conhecimento que traz muitas transformações na sociedade, na economia, na politica, etc. É uma transformação muito maior do que a que foi gerada pela revolução industrial, onde as pessoas tem acesso a todas as informações do mundo com maior facilidade e velocidade. Não dá mais para segurar a informação.

                 Essa transformação está ocorrendo nas empresas, que antes eram feitas de “Bricks” (tijolos) e hoje são feitas de “Clicks”, são digitais. A lista das 500 maiores empresas até o final da década de 80 era composta em sua maioria por empresas do ramo de petróleo. Esse cenário começa a mudar a partir de meados dos anos 90 com o crescimento das empreas da nova economia, a economia digital. Empresas como Microsoft, Sun, IBM e Google passam a dominar as listas de maiores empresas da economia mundial.

                 Hoje em dia, as empresas não vendem mais produtos, elas vendem benefícios. Quando você compra uma centrífuga, você não compra a máquina, você compra a facilidade e rapidez para fazer sucos de frutas. As empresas do século passado operavam em ambientes de estabilidades e geralmente com proteção do mercado, mas o ambiente mudou e agora elas operam em ambientes de instabilidade com mercados em que elas tem que competir pelo cliente. O mercado protegido, que as empresas possuiam no século passado, criou um cenário de manutenção de status quo, congelando a criatividade e a geração de inovação nas empresas.

                 Ocorre que essa transformação não se restringe apenas às empresas, elas afetam as pessoas também. A competição fez com que as empresas passem a buscar mais por profissionais com atitude empreendedora, que motivam-se por criar o novo e não pelo poder, por aprender constantemente e não somente em sala de aula, por trabalhar em equipe e não somente ficar supervisionando, que assuma riscos ao invés de evitá-los, que vá em busca de seus sonhos e que tenha seus olhos voltados para atender seu cliente.

                 Esse profissional não se preocupa-se com seus status, procura aprender com seus erros ao invés de evitá-los, pois sabe que o erro é um instrumento pedagógico na busca pela melhoria contínua. Esse profissional quer participar das decisões da empresa ao invés de simplesmente cumprir ordens. Antecipa-se as mudanças ao invés de reagir a elas, além de estabelecer redes de relacionamento e colaboração ao invés de se impor pela hierarquia.

                  Vivemos em mundo com excesso de informações, por isso precisamos de um planejamento estratégico para filtrar essas informações, para estabelecer onde devemos manter nosso foco. Planejamento não é um processo linear como uma esteira de fabricação de produtos. É um processo não-linear que deve ser sistemático, para que possamos corrigir sempre que houver uma mudança que venha a exigir que nos adaptemos ao cenário.

                   Para estabelecer o planejamento, nós precisamos de método. A primeira etapa é identificar o que é sucesso. Essa foi uma das lições que aprendi com o Sr. Robert Wong em uma palestra que ele realizou na Endeavor. Para alcançar o sucesso, primeiro temos que identificar o que gostamos muito de fazer. Isso tem a ver com a sua missão, com seus valores e crenças, o que exige uma jornada longa de auto-conhecimento para identificar esses elementos.

                    Depois de responder a essa pergunta, a segunda a ser respondida é “o que você sabe fazer muito bem?”. A resposta tem a ver com as suas competências, pois, afinal de contas, todo o planejamento estratégico tem que ser baseado nas competências que você já possui ou que precisa desenvolver.

                     A terceira pergunta é “O que as pessoas estão dispostas a pagar para você fazer?”. A resposta está relacionada ao mercado que você poderá atender e aos seus clientes potenciais. Essa resposta também tem que abranger todos os interessados (stakeholders) no seu sucesso, inclusive sua família.

                     A intersecção desses três conjuntos é onde estará a chave para o seu sucesso.

                     Para ilustrar essa metodologia, lembro-me de uma história que o Robert contou na Endeavor sobre um amigo que ele encontrou e que estava incomodado com algo que ele não sabia o que era. Robert disse a ele que sabia o que o estava incomodando : “Você está indo contra seus valores”, disse Robert. Esse amigo do Robert era uma pessoa que praticava muito esportes e era vegetariano, mas tinha três franquias do McDonalds, ou seja, ele estava trabalhando em ambiente contra seus valores. A partir daí, o amigo do Robert, encerrou as franquias e abriu um restaurante de comida vegetariana.

                     Por essa razão é que o conhecimento mais importante do mundo é o autoconhecimento, pois não enxergamos o mundo como ele é, mas sim como nós somos. Autoconhecimento é uma jornada longa em busca de como você enxerga o mundo, quais são suas crenças e valores, os preconceitos que você precisa eliminar. Somente aumentando o nosso autoconhecimento é que podemos aumentar a nossa autoconfiança e nossa autoestima e, consequentemente, teremos maior coragem para fazer, para empreender.

                     Depois de realizar a jornada do autoconhecimento, temos que identificar os papéis que exercemos na nossa vida. Esses papéis envolve você como pai/mãe de família, filho(a), colega de trabalho, cidadão/membro da sociedade,  como lider, como membro de equipe. Tem a ver com como você quer ser visto pelas pessoas que convivem com você.

                     Como todo planejamento estratégico, você deve estabelecer uma visão, o que você deseja ser no futuro. Essa visão deve ser traduzida em objetivos, monitadoros por indicadores, associados a metas. Mas não se encerram por ai, senão o seu planejamento fica apenas na intenção e intenção sem ação é a mesma coisa que nada. Todos esses objetivos e metas devem ser alavancadas por iniciativas que se desdobrarm em ações e com orçamento estabelecido para cada uma delas.

                      Outra característica importante de um planejamento estratégico pessoal é o desenvolvimento do seu mapa estratégico. Nesse caso, são utilizadas 4 perspectivas :

               – Interna : Relativos a própria saúde física e o próprio estado mental. Como controlar esses fatores, para criar valor para si próprio e para os outros? Como permanecer sentindo-se bem no trabalho e em seu tempo ocioso?

               – Externa : Relacionamentos com a esposa, filhos, amigos, empregadores, colegas e com os outros. Como eles o vêem?

               – De conhecimento e aprendizado : Habilidades e capacidade de aprendizado. Como se aprende, e de que modo preservar o sucesso no futuro?

               – Financeira : Estabilidade financeira. Até que ponto se é capaz de atender às próprias necessidades financeiras?

               A última etapa da palestra envolveu a apresentação de ações e resultados que resultaram do meu planejamento estratégico pessoal. Através dele foi possível gerenciar meu tempo, facilitando minha tomada de decisões quanto ao que eu deveria dar maior foco em determinados momentos. Um exemplo disso é que no começo do ano, mais precisamente em março, eu deixei um pouco de lado a atualização do meu blog para poder focar no processo de certificação de conhecimento do BB, critério importantíssimo para quem quer alcançar uma promoção na carreira dentro do BB. Tal decisão teve resultado 100% de aproveitamento, pois fiz 4 provas e fui aprovado nas 4 : gestão de pessoas, Gestão de Marketing, Controles internos e Responsabilidade Socio-Ambiental.

               Outra ação importante foi a criação de uma planilha para controle das minhas receitas e despesas, permitindo um controle no mês vingente e projetando essas receitas e despesas para o futuro. Com essa ação foi possível identificar despesas que poderiam ser cortadas como a mensalidade do clube que fazia anos que eu não frequentava.

               Outros exemplos de resultados que alcancei foram :

               – Convite do Jorge Carvalho, online coordenator da revista HSM Managament, para colaborar com o blog da HSM;

               – Concedi uma entrevista para a revista da maior distribuidora naciona de remédios sobre gestão de pessoas;

               – O blog alcançou a média de mais de 1000 acessos por dia;

               – Devido a minha visão de longo prazo, fui selecionado para ser responsável pelo trabalho de inteligência competitiva na Diretoria de Tecnologia do Banco do Brasil;

               – Recentemente fui escolhido para gerenciar uma equipe devido as minhas competências de liderança;

              Tudo isso para realizar minha missão que é “Transmitir paixão pelo aprendizado constante através do compartilhamento de conhecimento”

               Para concluir, cito os três caminhos para o sucesso que aprendi com o professor Mario Sergio Cortela e um pensagemento de Goethe :

3 caminhos para o sucesso :

               – Perguntar o que não sabe;

               – Ensinar o que sabe;

               – Praticar o que ensina;

Goethe :

“O que quer que você possa fazer ou sonhe que o possa, FAÇA-O. Coragem contém genialidade, poder e magia. COMECE AGORA”.

Um abraço.

Bookmark and Share

Leia também os seguintes posts :

– Não existe planejamento perfeito – > Clique aqui para ler;

– Autoconhecimento : O conhecimento mais importante – > Clique aqui para ler;

– Livro : O sucesso está no equilibrio – > Clique aqui para ler;

– Livro : O cérebro do futuro : A revolução do lado direito do cérebro – > Clique aqui para ler;

– A diferença entre lideres e gerentes – > Clique aqui para ler;

– Processo decisório : 3 modelos de Mintzberg – > Clique aqui para ler;

– Chegou a hora da administração? – > Clique aqui para ler;

– Ostra feliz não faz pérola – > Clique aqui para ler;

– Por quê é tão dificil mudar? – > Clique aqui para ler;

– Questionar é preciso : liderando equipes talentosas – > Clique aqui para ler;

– Gestão e inovação é com o lado direito do cérebro – > Clique aqui para ler;

– Miopia Gerencial – > Clique aqui para ler ;

 Motivação : O que é isso? – > Clique aqui para ler;

Livro : O futuro da administração – > Clique aqui para ler;

Empreendedorismo corporativo e o gerente de projetos – > Clique aqui para ler;

Livro : Qual é a tua obra? – > Clique aqui para ler;

Empreendedor Corporativo – > Clique aqui para ler;

Frases inspiradoras sobre atitude e ação – > Clique aqui para ler;

– A relação entre o planejamento estratégico e a gestão de projetos – > Clique aqui para ler;

– Importância do planejamento estratégico em ambientes de grandes mudanças – > Clique aqui para ler;

– Importância do planejamento estratégico para o processo decisório – > Clique aqui para ler;

– O que é liderar? – > Clique aqui para ler;

– Livro : O futuro da administração – > Clique aqui para ler;

– Livro : O lider do futuro – > Clique aqui para ler;

– Livro : Wikinomics – > Clique aqui para ler;

Anúncios

21 Respostas to “Palestra : Planejamento estratégico pessoal”

  1. Fernando said

    Gostei muito desse material, ele servirá de referência para o meu planejamento estratégico pessoal. obrigado por sua contribuição

  2. […] Um mutante. Mudando com o mundo, mudando o mundo, em constante adequação. Será mais fácil planejando do que esperando […]

  3. […] – Palestra : Planejamento estratégico pessoal – > Clique aqui para ler; […]

  4. […] – Palestra : Planejamento estratégico pessoal – > Clique aqui para ler; […]

  5. […] – Palestra : Planejamento estratégico pessoal – > Clique aqui para ler; […]

  6. […] – Palestra : Planejamento estratégico pessoal – > Clique aqui para ler; […]

  7. […] – Palestra : Planejamento estratégico pessoal – > Clique aqui para ler; […]

  8. […] – Palestra : Planejamento estratégico pessoal – > Clique aqui para ler; […]

  9. […] – Palestra : Planejamento estratégico pessoal – > Clique aqui para ler; […]

  10. […] – Palestra : Planejamento estratégico pessoal – > Clique aqui para ler; […]

  11. […] também os seguintes posts :   – Palestra : Planejamento Estratégico Pessoal – > Clique aqui para ler;   – Palestra : Empreendedorismo, inovação e projetos – > Clique aqui para ler;   – […]

  12. […] – Palestra : Planejamento estratégico pessoal – > Clique aqui para ler; […]

  13. […] – Palestra : Planejamento Estratégico Pessoal – > Clique aqui para ler; […]

  14. […] – Palestra : Planejamento estratégico pessoal – > Clique aqui para ler; […]

  15. […] – Palestra : Planejamento estratégico pessoal – > Clique aqui para ler; […]

  16. […] – Palestra : Planejamento estratégico pessoal – > Clique aqui para ler; […]

  17. […] – Palestra : Planejamento estratégico pessoal – > Clique aqui para ler; […]

  18. […] – Palestra : Planejamento estratégico pessoal – > Clique aqui para ler; […]

  19. […] – Palestra : Planejamento estratégico pessoal – > Clique aqui para ler; […]

  20. Ótimo post. Sem dúvida é uma referência para quem busca um norte para começar um planejamento pessoal.

  21. Henrique said

    Oi Marcelo,

    Você pode disponibilizar a apresentação em power point dessa palestra?
    Não encontrei aqui no blog
    Obrigado

    Henrique

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: