Blog do Marcelão

Blog para debate sobre excelência na gestão.

Não confunda movimento com produtividade

Posted by marcelao em novembro 16, 2008


Blog do Marcelão

↑ Grab this Headline

 

Pessoal,

             assisti uma palestra da Luiza Trajano no site da endeavor e uma frase que ela disse ficou marcada para mim : “Não confunda movimento com produtividade”. Essa frase traduz a principal responsabilidade dos gestores das empresas que é como transformar insumos em recursos, uma vez que qualquer ferramenta, processo ou trabalho de pessoas só pode ser considerado um recurso quando se consegue extrair valor dos mesmos.

             Para ilustrar essa frase, segue abaixo uma pequena parábola :

O Lenhador sem tempo

              Um caçador saiu para o seu dia de lazer e, ao entrar na floresta, encontrou um forte lenhador que tentava derrubar uma árvore.

              Ele passou o dia todo caçando e, ao retornar para o seu hotel, passou novamente pelo lenhador, que ainda continuava tentando derrubar a mesma árvore.

              O caçador percebeu que o machado utilizado pelo lenhador não estava afiado.

              Disse, então, ao lenhador :

              – Por quê você não afia esse machado?

              O lenhador lhe respondeu :

               – Não posso. É mais uma atividade para fazer e eu não tenho tempo.

               A parábola acima mostra que o lenhador estava trabalhando muito, mas sem produzir nada. Portando, não adianta apenas fazer é preciso gerar resultado.

               Existem 3 conceitos importantes que relaciono abaixo com exemplos :

               – Eficaz -> Fazer certo. Exemplo : Cumprir 30 horas de treinamento por ano;

               – Eficiente – > Fazer certo da forma certa. Exemplo : Cumprir 30 horas de treinamentos necessários para desempenhar minhas funções;

               – Efetividade – > Fazer certo da forma certa e produzir resultados. Exemplo : Cumprir 30 horas de treinamentos necessários para desempenhar minhas funções de forma mais rápida e com maior qualidade do que antes do treinamento;

                No primeiro caso, a meta (30 horas de treinamento por ano) foi cumprida, mas foi apenas um desperdício de tempo, pois a pessoa pode ter sido treinada em conhecimentos que não se aplicam ao seu trabalho. O único objetivo é cumprir a meta de 30 horas.

                No segundo caso, a meta foi cumprida e com treinamentos apropriados para os funcionários, mas os novos conhecimentos não puderem ser empregados ou o curso não era de boa qualidade,  o que se traduz também em desperdício de tempo.

                Já no terceiro caso, a meta foi cumprida com os treinamentos apropriados e foi possível aplicar os conhecimentos adquiridos resultando em maior produtividade e qualidade do trabalho em relação a situação anterior a realização do treinamento.

                A maioria dos modelos de gestão das empresas possuem muito enfase em eficácia e eficiência e muito pouco em efetividade. São modelos baseados na burocracia que criam normas em demasia levando ao descomprometimento dos funcionários das empresas que tendem a não se sentir responsáveis pela qualidade dos serviços que prestam, passando a perseguir o rigido cumprimento das normas, em vez de focar em resultados.

                Para combater essa supervalorização dos meios, as organizações devem estabelecer objetivos e metas baseados em resultados. A preocupação de “Como” administrar os processos existentes dentro da empresa deve ser substituida pela preocupação de “por quê” e “para quê” os processos devem ser executados. O gestor de uma empresa deve passar a preocupar-se em comunicar “o que fazer” e não em “Como fazer”, deixando de se preocupar em detalhar como os funcionários devem realizar seu trabalho e atribuindo essa responsabilidade a cargo das habilidades e criatividade de cada pessoa.

                 Com isso, o trabalho passa  a ser um meio para se obter resultados, ao invés de um fim em si mesmo, fazendo com que as pessoas e a organização estejam mais preocupadas em produzir resultados(Produtividade) do que simplesmente trabalhar(Movimento).

                Não há nenhum problema em criar normas e controles desde que sejam para atuarem como facilitadores do alcance dos objetivos organizacionais. O erro maior em converter os meios (controles) em fins desestimula a criatividade e a inovação, expressões maiores da liberdade, portanto, não confunda movimento com produtividade.

Um abraço.

Bookmark and Share

Leia também os seguintes posts :

–  Modelos de gestão – necessidade de evolução – > Clique aqui para ler;

– Processo decisório : 3 modelos de Mintzberg – > Clique aqui para ler;

– Livro : O futuro da administração – > Clique aqui para ler;

– Importância do planejamento estratégico para o processo decisório – >  Clique aqui para ler;

– Importância do planejamento estratégico em ambientes de grandes mudanças – > Clique aqui para ler;

 Competências dos lideres do futuro – > Clique aqui para ler;

– Livro : Wikinomics – > Clique aqui para ler;

– Questionar é preciso : liderando equipes talentosas – > Clique aqui para ler;

–  Inovação – o poder da colaboração – > Clique aqui para ler

– Importância da franqueza nas organizações – > Clique aqui para ler;

– Google – Modelo de Inovação na Gestão – > Clique aqui para ler;

– As sete leis da criatividade – > Clique aqui para ler;

– Dicas para estimular a criatividade – > Clique aqui para ler;

–  Livro : Empreendedor corporativo – a nova postura de quem faz a diferença – > Clique aqui para ler;

– Livro : Intraempreendedorismo na prática (Pinchot) – > Clique aqui para ler;

– Empreendedor corporativo – > Clique aqui para ler;

– Mudança de época requer mudança de pensamento – > Clique aqui para ler;

Anúncios

Uma resposta to “Não confunda movimento com produtividade”

  1. […] Qual é a tua obr…Frases Inspiradoras … em Livro : Empreendedor Corporati…Não confunda movime… em Google – Modelo de inovação …Não confunda movime… em […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: