Blog do Marcelão

Blog para debate sobre excelência na gestão.

Gestão de longo prazo

Posted by marcelao em maio 22, 2008


Pessoal,

 

              Vamos iniciar outro tópico interessante que diz respeito a sustentabilidade das empresas e com estabelecimento de visão de longo prazo.

               Um dos aspectos importantes que as empresas devem possuir, visando a sua sustentabilidade no futuro e o aumento de sua competitividade, é o estabelecimento de uma visão de longo prazo para a partir dela definir seus planos de ação, seus objetivos e metas, promovendo dessa forma o alinhamento de todos os setores e das pessoas na organização.

                Estabelecer uma visão de longo prazo requer pensar de modo estratégico sabendo quais as suas vantagens competitivas em relação aos seus concorrentes para ficar atento em mudanças no ambiente competitivo que possam afetar essa vantagem. É saber identificar as pequenas mudanças (microtendências) no passado recente que levarão as grandes mudanças de rupturas no mercado como a evolução da tecnologia, aumento do poder do consumidor, mudanças na economia, …

               Fazer gestão para o longo prazo requer muita disciplina e constância de propósitos, requer esforço para que o longo prazo não seja sacrificado por interesses imediatistas. É fazer gestão visando a sustentabilidade da empresa no longo prazo e não em ficar tomando decisões para inflar balanços contábeis para satisfazer acionistas. Algumas empresas cortam recursos alocados as áreas de marketing e pesquisa visando atingir metas de curto prazo. A IBM já passou por essa fase, onde projetos importantes eram cancelados para que o lucro do trimestre não fosse afetado, exemplo esse citado no livro “O Futuro da administração” (leia o resumo aqui).

               Podemos citar como maior exemplo de gestão de longo prazo, na minha opinião, a Toyota com seu “Toyota Way” de gestão. A Toyota era uma empresa de fabricação de maquinário para indústria têxtil e hoje é considerada por muitos especialistas como a melhor montadora do mundo.

               Quais os pilares do “Toyota Way”? Existem dois pilares :

                – Melhoria Contínua : Composto pelos princípios de desafio, Kaizen e conceito de Genchi Genbutsu que seria algo como “Ver com os próprios olhos”;

                – Respeito as pessoas : Respeito ao próximo e trabalho em equipe;

                 Entendo que a importância de se estabelecer uma gestão/visão de longo prazo é o benefício de todos na empresa saberem onde devem chegar, verificar como estão em relação a essa visão e estabelecer os planos de ação para alcança-la.

                 O período de longo prazo a ser considerado deve ser diferenciado dependendo do perfil da sua empresa, mas entendo que no mínimo deve-se pensar em 3 anos para essa visão. Temos que lembrar que qualquer planejamento estratégico é baseado em hipóteses que precisam ser confirmadas durante a caminhada e reavaliadas, porque sempre haverá o que chamamos de estratégia emergente que pode surgir de mudanças que ocorrem na sociedade ou ações que o seu concorrente tomou.

                 Outra coisa importante é estabelecer quais os principios que regem o seu modelo de gestão como é o caso da Toyota. “Devagar e sempre”.

                  A definição da visão de longo prazo deve envolver todos os níveis da empresa que são o estratégico, tático e operacional :

                  – Estratégico – > Estabelece a visão (onde queremos chegar);
                  – Tático – > Estabelece o caminho para chegar a visão (Como chegaremos);
                  – Operacional – > Constroi o caminho;

                  Aí alguém pode perguntar, essa visão não está muito segmentada? Não. Porque para estabelecer a visão é preciso primeiro saber onde estamos e para isso eu preciso CONVERSAR com quem conhece os caminhos que por sua vez precisa CONVERSAR com quem vai construir. Vale lembrar que o chamado nível operacional está em contato com mais direto com a realidade do que os níveis superiores. Podemos citar como exemplo algumas empresas que contam com a participação de algumas pessoas da central de atendimento, porque são as pessoas dentro da empresa que estão mais em contato com o cliente.

                  Mesmo após estabelecida essa visão, o plano tático e o plano operacional, é preciso acompanha-lo e aí reiniciamos mais uma vez o ciclo, ou seja, as pessoas que estão contruindo o caminho vão encontrar obstáculos pelo caminho, pois não existe planejamento perfeito. Quando encontram esses obstáculos, elas precisarão trocar idéias com o nível tático.

                  O nível tático, por sua vez, precisará certificar-se que o caminho estabelecido ou as alternativas de caminhos tomados estão levando a empresa para o alvo estabelecido na visão e, então, precisará CONVERSAR com o nível estratégico para validar as decisões tomadas.

                  Vejam vocês, se a cada obstáculo encontrado eu tiver que subir a “Escadinha”, como fica a agilidade da empresa em responder as questões do dia-a-dia sem perder espaço para os concorrentes.

                  Na minha opinião, a resposta está em uma palavra : CONVERSAR. Todos os níveis da empresa devem ter consciência da visão de longo prazo para que o processo decisório ganhe agilidade, para que cada obstáculo encontrado não necessite subir toda a “Escadinha”. 

                  Fazer gestão de longo prazo não é exercício de futurismo, é mostrar o que é preciso saber para agir de modo certo no presente. Prever o futuro é impossível, pois isso só seria possível em um mundo no qual todo acontecimento fosse previamente definido e nenhuma atitude tomada no presente pudesse influenciar o futuro, principalmente nos tempos atuais onde pouca coisa é certa, as relações de causa e efeito mudam a todo instante e são difíceis de determinar, e aquilo que fazemos no presente afeta o desenrolar dos acontecimentos de modo significativo e inesperado.

                 O objetivo da gestão e visão de longo prazo é identificar todo um leque de possibilidades, não a criação de certezas sobre o futuro, mas sim mapear as incertezas e em como nossos atos no presente afetam essas possibilidades, além de tratar a incerteza como uma oportunidade.

 

Um abraço.

Leia também os seguintes posts :

– Processo decisório – > Clique aqui;

– A relação entre o planejamento estratégico e a gestão de projetos – > Clique aqui;

– Importância do planejamento estratégico em ambientes de grandes mudanças – > Clique aqui;

– Importância do planejamento estratégico para o processo decisório – > Clique aqui;

– O que é liderar? – > Clique aqui;

– Livro : O futuro da administração – > Clique aqui;

– Livro : O lider do futuro – > Clique aqui;

– Livro : Wikinomics – > Clique aqui;

Anúncios

8 Respostas to “Gestão de longo prazo”

  1. […] Gestão de longo prazo – > Clique aqui; […]

  2. […] Gestão de longo prazo – > Clique aqui para ler; […]

  3. […] – Gestão de longo prazo – > Clique aqui para ler […]

  4. […] Stakeholde… em Empreendedorismo, Inovação e…7 Regras do nunca pa… em Gestão de longo prazo7 Regras do nunca pa… em A diferença entre líderes […]

  5. […] – Gestão de longo prazo – > Clique aqui para ler […]

  6. […] – Gestão de longo prazo – > Clique aqui para ler […]

  7. […] – Gestão de longo prazo – > Clique aqui para ler […]

  8. […] – Gestão de longo prazo – > Clique aqui para ler […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: